CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Superlotação de presos nas delegacias e viaturas sem combustível deixam Polícia Civil do Ceará emperrada

O problema voltou. As delegacias de Polícia Civil de Fortaleza e sua Região Metropolitana estão outra vez abarrotadas de presos à espera de transferência para o Sistema Penitenciário. Segundo cálculos do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol), são, pelo menos, 800 detentos nos xadrezes das DPs aguardando remoção.

Some-se a este “velho” problema, outra dificuldade porque passa a instituição da Polícia Judiciária cearense é a falta de combustível para as viaturas das delegacias do Interior. Em Sobral, segundo informações de agentes daquela delegacia regional, a falta de combustível vem causando prejuízos para as investigações. E os assassinatos naquele importante Município da Zona Norte só aumentam.

Relatos

A superlotação dos presídios da Grande Fortaleza impede que a Polícia Civil realize as transferências das pessoas que são presas em flagrante todos os dias nas DPs. Há relatos de presos que estão nas carceragens das delegacias há mais de três meses, sem perspectiva de transferência.

Com os xadrezes superlotados, os inspetores que deveriam estar nas ruas investigando crimes, são obrigados a permanecer nas DPs fazendo a custódia e vigilância dos xadrezes para impedir a entrada de drogas e armas nas carceragens e de instrumentos que possam facilitar fugas.
Sem combustível, viaturas de delegacias do Interior estão paradas
Fonte: Blog do Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More