CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Temer divulga lista oficial de ministros

Equipe ministerial do presidente em exercício Michel Temer tem 22 nomes; Casa Civil será ocupada por Eliseu Padilha.
O presidente em exercício Michel Temer já escolheu sua equipe de governo. No total, serão 22 ministérios, informou a assessoria de imprensa da Vice-Presidência. 

O Ministério da Cultura, por exemplo, será incorporado ao Ministério da Educação. A antiga Controladoria-Geral da União (CGU) mudou de nome e passará a chamar Ministério da Fiscalização, Transparência e Controle. O novo Ministério da Justiça e da Cidadania passará a abrigar as secretarias das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

O PMDB, partido de Temer, mais uma vez será a legenda com o maior número de ministérios – situação já vivida pelos peemedebistas durante a gestão Dilma Rousseff. O partido terá seis ministros.

Já o PSDB, que ao longo das últimas semanas mostrou-se reticente em relação a participar ou não de um eventual governo Temer, acabou se tornando o segundo partido com maior número de integrantes na equipe ministerial do novo presidente em exercício: serão três tucanos no Planalto.

A posse dos ministros do novo governo foi adiada de 15h para 17h desta quinta-feira (12), no Palácio do Planalto.

Veja abaixo a lista dos novos ministros:

Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações: Gilberto Kassab (PSD)

Ministro da Defesa: Raul Jungmann (PPS)

Planejamento, Desenvolvimento e Gestão: Romero Jucá (PMDB)

Ministro-chefe da Secretaria de Governo: Geddel Vieira Lima (PDMB)

Ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional: Sérgio Etchegoyen

Ministro das Cidades: Bruno Araújo (PSDB)

Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Blairo Maggi (PP)

Ministro da Fazenda: Henrique Meirelles

Ministro da Educação e Cultura: Mendonça Filho (DEM)

Ministro-chefe da Casa Civil: Eliseu Padilha (PMDB)

Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário: Osmar Terra (PMDB)

Ministro do Esporte: Leonardo Picciani (PMDB)

Ministro da Saúde: Ricardo Barros (PP)

Ministro do Meio Ambiente: José Sarney Filho (PV)

Ministro do Turismo: Henrique Alves (PMDB)

Ministro das Relações Exteriores: José Serra (PSDB)

Ministro do Trabalho: Ronaldo Nogueira de Oliveira (PTB)

Ministro da Justiça e Cidadania: Alexandre de Moraes (PSDB)

Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil: Mauricio Quintella (PR)

Ministério da Indústria e Comércio: Marcos Pereira (PRB)

Ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-Controladoria-Geral da União): Fabiano Augusto Martins Silveira

Advocacia-Geral da União: Fábio Osório Medina

*Com informações da Agência Brasil

5 comentários:

Depois de 13 anos, até que enfim um presidente que sabe discursar, esse não nos fará vergonha pelo ao menos nos discursos.

CHUUUUUUUPA DILMA !!!!

CHUUUUUUUPA LULA !!!!

CHUPA PT !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

CHUPA VAGABUNDOS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ACABOU A ROUBALHEIRA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ACABOU A PROTEÇÃO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ACABOU A FARRA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

AGORA É COISA SÉRIA DE GENTE COMPETENTE !!!!!!!!!!!

A esperança do Brasil é você Temer, honre nossa nação.

Vamos ver depois é vc se reclamar e só o começo de mas roubalheira e só pro bolsos deles e os Brasileiros vão cherar

O povo não quer discurso bonito, já que você falou ele falou no discurso bonito que iria criar lei com punições severas contra a corrupção? Ele propôs reduzir as regalias que esses políticos tem e quem banca é o povo? Ele falou que já que se falou tanto em constituição eles vão honrar o que escrito lá para que o povo possa viver melhor???Com as leis brandas que temos que colaboram para todos os tipos de manobra de desvio de verbas e superfaturamentos de obras, duvido que as coisas mudarão, ah! e sem duvido o mais fraco é quem vai pagar mais caro.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More