CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...
PREÇO IMBATÍVEL! Vende-se CASA NOVA no Renato Parente. Contatos: (88) 9 9821.6636 / 9 9269.8424. Clique AQUI e saiba mais...

terça-feira, 21 de junho de 2016

Deputado Ely considera Segurança Pública em estado de calamidade e diz que o governo está "perdido"

Em rápido, porém contundente, pronunciamento na manhã desta terça-feira (21) na tribuna na Assembleia Legislativa do Estado, o deputado estadual Ely Aguiar (PSDC) voltou a denunciar a grave situação que atinge os setores da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário do Ceará. Segundo ele, “O governo está perdido. A segurança Pública está em estado de calamidade e o governador não toma nenhuma atitude”.
Ely Aguiar: "Secretário de Segurança viro figura decorativa no governo perdido de Camilo Santana"
As palavras de Ely Aguiar sucederam outro pronunciamento que relatou como anda a violência sem controle no Ceará. O deputado estadual João Jaime denunciou um grave episódio ocorrido no último fim de semana na praia de Jijoca de Jericoacoara, no litoral Oeste do Estado (a 287Km de Fortaleza), que é frequentada, segundo ele, por cerca de 700 mil turistas à cada ano.

Segundo Jaime, um grupo de turistas foi feito refém por uma quadrilha armada e todos os visitantes acaram tendo seus objetos e dinheiro roubados, sem que a Polícia aparecesse para tentar prender os criminosos. “Estou há dois dias tentando falar com o secretário de Segurança Pública e não consigo”, denunciou Jaime, fazendo um apelo ao Comando da Polícia Militar para adotar providências.

Peça decorativa???

O deputado Ely Aguiar foi mais além, e diz que o governo “está completamente perdido, não sabe sequer quantos presos fugiram durante as rebeliões”. Citou a informação publicada com exclusividade pelo blogdofernandoribeiro.com.br em um levantamento que apontou 79 fugas de presos no intervalo de apenas 10 dias.

Ainda de acordo com Ely Aguiar, o atual secretário da Segurança Pública do Ceará, Delci Teixeira, não tem mais nenhuma autoridade no cargo, e se tornou “uma figura decorativa”. Com relação ao secretário da Justiça, Hélio Leitão, o parlamentar considera trata-se de um profissional conceituado na área jurídica, mas que tem demonstrado “incompetência” no comando da Pasta responsável pela administração e disciplina do Sistema Penal.

Fonte: Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More