CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...
PREÇO IMBATÍVEL! Vende-se CASA NOVA no Renato Parente. Contatos: (88) 9 9821.6636 / 9 9269.8424. Clique AQUI e saiba mais...

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Em apenas quatro dias, cinco agentes da Segurança Pública do Ceará foram mortos e outros três baleados

O fim de semana foi de muita violência para agentes da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário cearenses. Dois servidores foram assassinados e um baleado. Contabilizando as ocorrências desde a última quarta-feira, o balanço aponta cinco mortos e três feridos.

A sequência de atos de violência contra os servidores dos dois setores teve início ainda na quarta-feira (dia 29), quando um policial militar pertencente ao Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), foi atingido a tiros ao tentar impedir uma “saidinha” bancária no Centro de Fortaleza. Trata-se do soldado Mendes, destacado no Comando Tático Rural (Cotar).
Agente penitenciário, André Pires, morto durante um assalto
O militar estava de folga e resolvia problemas pessoais no Centro da Capital, quando se deparou com uma tentativa de assalto no cruzamento da Avenida Duque de Caxias com a Rua Barão do Rio Branco, na Praça do Carmo, ele trocou tiros com assaltantes próximo a um banco e foi ferido.

Na quinta-feira (30), três policiais militares foram assassinados por assaltantes de bancos e carros-fortes o no Distrito de Juatama, na zona rural do Município de Quixadá, na região do Sertão Central (a 154Km de Fortaleza). Outro PM ficou ferido e mais dois foram tomados como reféns. Os mortos foram identificados como, sargento Francisco Guanabara Filho, cabo Antônio Joel de Oliveira Pinto e soldado Antônio Alves Filho. Já o sargento PM Campos ficou ferido com um tiro de fuzil na coxa esquerda. 

Mais mortes

Na última sexta-feira (1º), o subtenente da PM, Marcos Paulo Andrade da Rocha, que estava afastado das funções por problemas disciplinares, acabou sendo morto, a tiros, dentro de um bar na Avenida Castelo de Castro, no Conjunto Palmeiras, em Fortaleza. Dois homens mataram o suboficial com tiros à queima-roupa e fugiram numa moto sem nada roubar do PM.

Já na madrugada de sábado (2), o agente penitenciário André Nogueira Pires, 26 anos, foi morto durante um assalto. O crime ocorreu na esquina das ruas Jorge Dummar e Major Weyne, no bairro Jardim América. O assassino roubou a arma (pistola) e o celular do agente, que morreu na direção de seu automóvel após ser baleado. Um suspeito foi detido.

E no domingo (3), mais um policial militar foi vítima da violência. O sargento M. Costa, destacado na Casa Militar, foi baleado quando estava com a família em seu automóvel. O crime ocorreu nas proximidades da “ Curva da Viúva”, no Conjunto Prefeito José Walter. O militar teria sofrido uma tentativa de assalto ao parar num semáforo.

Fonte: Blog do FERNANDO RIBEIRO

1 comentários:

gostaria de saber, porque funcinarios publicos do setor de segurança do ceará só morrem os com fardas, alguem tá trabalhando demais.dos trinta motos em um ano e meio, vinte e quatros são com fardas.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More