CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...
PREÇO IMBATÍVEL! Vende-se CASA NOVA no Renato Parente. Contatos: (88) 9 9821.6636 / 9 9269.8424. Clique AQUI e saiba mais...

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Greve dos professores do Ceará completa três meses

Greve segue sem previsão para encerrar, segundo professores. Categoria reivindica 12,67% de aumento salarial.

A greve dos professores estaduais do Ceará completa três meses sem previsão para o encerramento das paralisações. A greve passou a ser ilegal desde o dia 16 de maio. A decisão diz que os professores devem voltar imediatamente às atividades, com risco de multa diária de R$ 5 mil por cada professor em greve. Mesmo assim, eles decidiram em assembleia pela continuidade da paralisação.
Professores estaduais em greve protestam na sede do governo do CE (Foto: Leandro Lima/TV Verdes Mares)
Parte do grupo que está na Seduc se reuniu com o secretário, Idilvan Alencar. Nessa conversa, os professores pediram compromisso da secretaria com a realização de novos concursos públicos na área e a revisão da tabela de vencimentos dos funcionários da educação.

A secretaria informou que oferece um reajuste para os professores, a partir da lei do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que dá margem de utilização de 80% pra pagar o salário dos professores. Além disso, seria antecipado o pagamento da promoção sem titulação. A secretaria também já tinha anunciado um pacote de R$ 140 milhões para ser investido na área.

Os professores em greve pedem melhores condições de trabalho e reajuste salarial de 12,67%.

Apesar da greve, tem professor que continua trabalhando e algumas escolas voltaram às atividades normais. A previsão é que, a partir da próxima segunda-feira, essas escolas preparem um novo calendário para cumprir os 200 dias letivos.

Fonte: G1 CE

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More