CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...
PREÇO IMBATÍVEL! Vende-se CASA NOVA no Renato Parente. Contatos: (88) 9 9821.6636 / 9 9269.8424. Clique AQUI e saiba mais...

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Onda de ataques das facções criminosas teve sequência no fim de semana com mais 13 atentados

Subiu para 48 o número de ataques do crime no Ceará neste ano. Durante o fim de semana, foram 13 atentados que atingiram quatro ônibus em Fortaleza, tiros disparados contra duas delegacias da Polícia Civil da Capital, além de dois hospitais atacados e várias viaturas da Polícia Militar alvejadas por disparos de armas de fogo. No mais grave incidente, um paciente foi morto e um médico ferido dentro de um hospital na cidade de Cascavel, no Litoral Leste.
Na noite do domingo, bandidos tentaram incendiar dois ônibus, em episódios ocorridos nas avenidas Dioguinho (Praia do Futuro) e Francisco Sá (Barra do Ceará). Além disso, duas viaturas da PM foram atingidas a tiros nos bairros Vila Velha e Bom Jardim.

Ainda durante a madrugada, bandidos atiraram contra a fachada de mais uma delegacia de Polícia, o 17º DP (Vila Velha). Ninguém ficou ferido.

Em resposta aos ataques e a vulnerabilidade dos policiais militares, o Comando-Geral determinou que as viaturas da PM somente circulassem em comboios de, pelo menos, dois veículos. Já as viaturas da Polícia Civil foram recolhidas à garagem central da instituição diante do temor de que viessem a ser incendiadas nas portas das delegacias.

Também no fim de semana, novo ataque aconteceu na Guarda Municipal de Fortaleza, no bairro Rodolfo Teófilo, quando criminosos lançaram coquetéis molotov e atiraram na porta da corporação.

Fonte: Fernando Ribeiro

1 comentários:

O ceara esta uma terra sem lei em vez de os bandidos se escondere tao colocando e a policia pra se esconder isso e uma vergonha.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More