CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...
PREÇO IMBATÍVEL! Vende-se CASA NOVA no Renato Parente. Contatos: (88) 9 9821.6636 / 9 9269.8424. Clique AQUI e saiba mais...

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Policiais de Pernambuco homenageiam PMs mortos em Quixadá; veja o vídeo

Agentes prestaram continência e ligaram sirenes em lembrança do ocorrido no Ceará. Buscas por criminosos continuam.
Um vídeo divulgado na manhã deste sábado (2), nas redes sociais, mostra policiais militares de Pernambuco prestando continênciaem respeito aos três PMs cearenses mortos, em Quixadá, na última quinta-feira (30). Na publicação, é possível ver também várias viaturas alinhadas durante a homenagem, aparentemente realizada de madrugada.

"Em continência aos policiais militares do Estado do Ceará, que tombaram no exericício da profissão", diz um dos PMs de Pernambuco. Logo em seguida, todas as viaturas que estavam alinhadas tiveram suas sirenes ligadas.

Os internautas que viram a publicação também deixaram homenagens nos comentários do vídeo. "Quando essa sirene chora, eu perco o chão. Muito triste e doloroso o que aconteceu", afirma uma internauta. " Não importa o estado, não importa o país, família é família", escreveu outro. Diversos usuários também elogiaram a atitude da PM pernambucana e pediram justiça.

Buscas continuam

As buscas pelos criminosos que atacaram os policiais do Ceará, durante um confronto com bandidos, continuam no Interior. De acordo com o secretário adjunto da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Lauro Prado de Araújo Carlos, que na última sexta (1º) esteve com o governador Camilo Santana visitando um dos PMs feridos no caso, já existem indicativos da autoria, mas nomes ainda não podem ser divulgados. “Estamos com várias operações em curso, inclusive da Inteligência, a procura dos suspeitos. Continuaremos com as diligências seguindo as pistas que encontramos”, destacou.

Homens do Comando Tático Rural (Cotar), Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio), além de policiais civis e militares ainda trabalham fechando o cerco na cidade na busca pelos bandidos. Para o tenente coronel Humberto de Sousa, a prisão do grupo é uma questão de honra.


Com informações do DN
Vídeo: O Povo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More