CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...
PREÇO IMBATÍVEL! Vende-se CASA NOVA no Renato Parente. Contatos: (88) 9 9821.6636 / 9 9269.8424. Clique AQUI e saiba mais...

domingo, 11 de setembro de 2016

Coronel reformado da PM é preso por acusação de estupro

Acusado de estupro contra uma criança de dois anos e pagamento de propina para esconder o crime, o coronel reformado Pedro Chavarry Duarte, de 62 anos, foi preso na noite deste sábado em flagrante. O oficial estava com a menina nua em seu carro quando policiais militares abordaram o veículo na Rua Berreiros, em Bonsucesso, Zona Norte do Rio. Na Central de Garantias, na Cidade da Polícia, ele foi autuado por estupro de vulnerável e corrupção de menor.

Policiais do 22º BPM (Maré) chegaram até Duarte após receberam uma denúncia de que a criança estaria sendo molestada dentro de um veículo estacionado em um posto de gasolina. Segundo os PMs, a vítima foi encontrada no banco do carona, nua e chorando muito.

O coronel tentou justificar a ação dizendo que a criança era filha de uma conhecida e que a mãe dela já estava chegando ao local. Em seguida, o oficial tentou "oferecer vantagens" aos policiais, que decidiram gravar a conversa em vídeo, e foi preso . O coronel foi encaminhado à Unidade Prisional, em Niterói.

Chavarry é o atual presidente da Caixa Beneficiente da Polícia Militar. De acordo com a Polícia Civil, a menina foi entregue aos responsáveis legais e será encaminhada à Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV).


Carreira

A página da Caixa Beneficente destaca os pontos positivos na carreira do militar. Segundo o site, Pedro Chavarry ingressou cedo na carreira militar. Com apenas 19 anos de idade entrou para a Academia de Polícia Militar e três anos depois se tornou aspirante. Passando por diversos batalhões, como o 4° Batalhão em São Cristóvão, 8° em Campos de Goytacazes, 14° em Bangu e 16° em Olaria.

Ainda segundo a página, Pedro é bacharel em direto e já acumula 42 anos de atividades na Polícia Militar. O oficial está há quase seis anos no comando da Caixa Beneficente e ainda tem em seu currículo a passagem pelo gabinete de quatro comandantes-gerais, relações-públicas da Polícia Militar, membro da mesa diretora da irmandade de Nossa Senhora das Dores da PM e Diretor Social da Caixa Beneficente na gestão do ex-presidente da instituição Ary Lopes.

Fonte: O Dia / Colaborou o estagiário Lucas Cardoso

1 comentários:

Tantos títulos, homenagens e reconhecimentos na carreira militar para no final revelar-se um tremendo de um pau no cu pedófilo, educação, inteligência e simpatia não significa ter caráter.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More