CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...
PREÇO IMBATÍVEL! Vende-se CASA NOVA no Renato Parente. Contatos: (88) 9 9821.6636 / 9 9269.8424. Clique AQUI e saiba mais...

sábado, 1 de outubro de 2016

Capitão Wagner cresce e empata com Roberto Cláudio

A segunda rodada do levantamento do Instituto Ampla Pesquisa e Opinião, encomendada pelo Jornal O Estado, mostra que o atual prefeito, Roberto Cláudio (PDT), tem 31,5% das intenções de votos da pesquisa estimulada. Capitão Wagner, candidato do PR, aparece empatado com 31,2% da preferência dos eleitores. Em terceiro lugar, está a deputada federal Luizianne Lins (PT), que tem 16,1%. O deputado Heitor Férrer (PSB) tem 5,7% das intenções. Ronaldo Martins (PRB) reúne 2,1%. Já os candidatos João Alfredo (Psol), Gonzaga (PSTU) e Tin Gomes (PHS), juntos, não somam nem 1% da preferência dos entrevistados.

A opção entre “nenhum” dos candidatos, brancos e nulos, somam 7,1%. Os eleitores que afirmam “não saber” em quem votar atingem 5,4% dos pesquisados.

Espontânea

Já na pesquisa espontânea, quando os entrevistados respondem à seguinte pergunta: “Se a eleição para prefeito de Fortaleza fosse hoje, em quem votaria?”, sem que seja apresentada nenhuma lista com nomes dos candidatos, as posições dos três primeiros colocados se mantêm.

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) aparecem com 30,5% da preferência dos eleitores. Na sequência, aparece o deputado estadual Capitão Wagner (PR), com 28%, e a deputada federal Luizianne Lins (PT), que tem 15,2% das intenções de voto. O deputado Heitor Férrer (PSB) surge em quarto lugar, com 4,9% das intenções.

Ronaldo Martins (PRB) reúne 1,5%. Já os candidatos João Alfredo (Psol), Gonzaga (PSTU) e Tin Gomes (PHS), juntos, não somam nem 1% da preferência dos entrevistados.

A opção entre “nenhum” dos candidatos, brancos e nulos, somam 8,2%. Os eleitores que afirmam “não saber” em quem votar atinge 10,9% dos pesquisados.

Evolução

Quando comparados os resultados da segunda rodada com o primeiro levantamento, divulgado em 16 de setembro, a sondagem mostra que o candidato de oposição Capitão Wagner (PR) cresceu 6,7 pontos percentuais, chegando aos 31,2% das intenções de voto na pesquisa estimulada. Com esse resultado, o republicano empata com o atual prefeito, Roberto Cláudio, que aparece na dianteira, com pequena vantagem, somando 31,5%. Na pesquisa anterior, RC tinha 34,7%.

Os demais candidatos variaram dentro da margem de erro: Luizianne Lins passou de 14,5% para 16,1%. Heitor Férrer foi de 4,2% para 5,7%. Ronaldo Martins variou de 2% para 2,1%. Tin Gomes cresceu de 0,2% para 0,6%. João Alfredo caiu de 0,6% para 0,2%. Gonzaga manteve 0,1% nas duas sondagens. Brancos ou nulos e “nenhum” passaram de 7,6% para 7,1%. “Não sabe” caiu de 10,5% para 5,4%.

REJEIÇÃO

Já quando se trata da rejeição aos candidatos, Luizianne Lins desponta como a mais citada (28,6%), seguida por Roberto Cláudio (20,4%). Capitão Wagner tem 10,1%; Tin Gomes, 7,2% e Heitor Férrer aparece com 3,4%. O candidato Gonzaga soma 3,3% de rejeição. João Alfredo aparece com 3,1%. A menor rejeição é do candidato Ronaldo Martins que soma 2,4%. Não votaria em nenhum dos candidatos soma 4,4% e votaria em qualquer um atinge 8,6%. O número de entrevistados que não souberam responder a essa pergunta é de 9,1%.

VITÓRIA

Perguntado aos eleitores pesquisados, independente do seu voto, quem ganharia a eleição para prefeito de Fortaleza, se o pleito ocorresse hoje, assim como na pesquisa anterior, a maioria (49,6%) acredita que o atual prefeito seria reeleito.

Gênero

Analisando as intenções de voto, tanto espontâneas como estimuladas, por sexo do entrevistado, o prefeito Roberto Cláudio, diferente da pesquisa anterior, em que não havia distinção entre os gêneros. Agora, tem mais força entre os eleitores do sexo masculino. O candidato Capitão Wagner, também diferente da anterior, nessa rodada, tem maior quantidade de intenções de votos entre os entrevistados do gênero feminino. E a postulante Luizianne Lins apresenta, agora, equilíbrio nas intenções de votos entre os gêneros.

METODOLOGIA

Dentre as diferentes técnicas para obtenção de dados quantitativos, opta-se neste estudo pela realização de pesquisa do tipo survey, que consiste em entrevistas diretas por meio de questionário estruturado. Nesta pesquisa, com relação às questões estimuladas, foi apresentado um cartão circular para cada entrevistado, contendo as possíveis respostas, e o eleitor fez a sua escolha livremente. As entrevistas de campo foram realizadas entre os dias 26 e 28 de setembro de 2016, levando em conta as proporções eleitorais da amostra, bem como a proporção de cada regional do município. As entrevistas foram realizadas de coletas domiciliares.

FICHA TÉCNICA

O Instituto Ampla ouviu 1.100 eleitores, em diferentes bairros de Fortaleza, entre os dias 26 a 28 de setembro de 2016. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada junto ao Tribunal Regional Eleitoral com o número CE-03283/2016.

Fonte: O Estado

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More