CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Crescimento da Economia atrai Cearenses de volta ao Estado

Luiz Gonzaga cantava sobre o nordestino que deixava sua terra e migrava para outros lugares. E durante muitas décadas, migrar para o Sudeste era uma solução para as famílias que buscavam melhores condições de vida. E não foram poucos os que se aventuraram a deixar tudo o que possuíam e rumassem para o que julgavam ser uma esperança. Mas aos poucos essa situação vem se invertendo, com cada vez mais pessoas buscando retornar à sua terra. Isto porque a região Sudeste vem perdendo o poder de atração sobre as massas. A região encontra-se saturada, e houve uma crescente diminuição na geração de novos empregos e oportunidades em São Paulo e Rio de Janeiro. 
Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), os dados são bastante claros e nas últimas décadas muitos dos migrantes estão retornando para suas cidades de origem. O Ceará aparece em 13º no ranking de estados com maior migração de retorno. Do Nordeste, Pernambuco, Sergipe e Rio Grande do Norte estão no topo. As pesquisas foram realizadas tomando como base os locais onde as pessoas moravam há cindo anos da data da pesquisa.
Dentre os motivos principais estão às melhores condições oferecidas pela região, que tem recebido investimentos de grandes empresas e indústria. Com isso, mais e mais profissionais tem preferido retornar à terra que já conhecem tão bem. Segundo dados do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (Cede),

nos últimos oito anos foram criados 35 mil novos empregos diretos graças à criação de 244 indústrias no Ceará. Essas indústrias estão espalhadas pelo Estado todo, movimentando a economia e gerando empregos para milhares.

E com isso o mercado imobiliário tem comemorado as várias ofertas de imóveis no Ceara. Com o retorno, muitos buscam locação, impulsionando a economia. Segundo o site Agente Imóvel, o momento acaba sendo propício, já que após o boom imobiliário de 2012, os preços nas principais regiões do país têm diminuído. E com o tempo e estabilização financeira, a tendência é que essas famílias busquem adquirir sua casa própria, gerando uma movimentação constante do mercado.

2 comentários:

Que o Ceará volte a crescer #BoraTemer

Tomara que o Ceará cresça mais e mais para nosso povo viver em harmonia e paz com muita água, dinheiro e paz

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More