CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

BARBÁRIE: mulher mata a própria filha de três anos após abusar sexualmente da criança

A criança de apenas três anos foi assassinada pela mãe, que ainda introduziu um pedaço de cano na vagina da filha.
Um crime brutal deixou revoltada a população de uma pequena cidade a 380 km de São Luiz, capital do Maranhão. De acordo com a polícia, Deilandia dos Santos Assunção, de 19 anos, é acusada de torturar e matar de forma brutal a própria filha, de apenas três anos de idade. O crime bárbaro aconteceu em uma comunidade rural chamada Baixão Grande, no município de São Domingos, interior do estado, no último dia 13.

De acordo com informações, a mulher só não foi linchada porque a polícia chegou a tempo de impedir os moradores, que ficaram bastante revoltados com o crime cometido contra a própria filha. A mulher, juntamente com seu esposo, que é padrasto da criança, foram presos em flagrante e levados para a delegacia. O crime chamou a atenção de todos os moradores devido à #crueldade com que foi praticado.

De acordo com o delegado regional Rildo Portela, titular da 13.ª Delegacia de Presidente Dutra, a mulher confessou ter praticado o crime contra a menina, e disse em depoimento que torturou a filha até a morte, contando que chegou a pisar sobre os braços e pernas da criança até quebrar seus membros. Além disso, ela ainda abusou sexualmente da menina no momento em que introduziu um pedaço de cano na sua vagina, e aplicou vários golpes na cabeça da filha, causando vários cortes profundos. No seu depoimento, Deilandia dos Santos disse que matou a menina porque ela chorava muito e dava muito trabalho, além disso, no dia do crime a criança teria defecado na roupa.

De acordo com a polícia, o principal suspeito do crime, a princípio, era Antônio Matias Oliveira Sobrinho, o marido de Deilandia. Porém, a acusação foi retirada após a mulher confessar o #assassinato. No entanto, nesta segunda-feira (14), Antônio foi preso, depois de Deilandia ter confessado a participação do companheiro nos crimes de estupro e agressão física cometidos contra a criança. A polícia acredita que o motivo teria sido o fato de ele não aceitar os filhos de Deilandia, frutos de outro relacionamento. Antônio Matias nega sua participação.

Via br.blastingnews

8 comentários:

Pena de morte ainda e pouca para essa serpente.

que morra lentamente na cadeia
sua imunda.

Que Deus me perdoe mais essa cunhã vagabunda merecia morrer da forma mais horrivel e lenta e sofrida, não gosto nem de imaginar o sofrimento da criança, e quem tem filho sofre em ver uma notícia dessa!!!

um situação dessa a polícia chegar muito rápido era pra atrasar pra população meter a peia até a morte

uma desgraçada maldita dessa ai deverias ter seu couro retirado com ela ainda viva e depois ser toda retaliada e após isso ser mergulhada aos poucos em um tambor da acido.

Essa mulher merece e a morte, quem faz uma coisa dessa com uma criança de apenas 3 anos e ainda mas sua própria filha..

PAÍZ SEM LEI, DIFICIL ATÉ ´COMENTAR.

Até quando vamos ver isso pessoas que se separam arrumam outras pessoas p odiarem seus filhos cara se ta vendo que não dá sai logo porra mais não preferem matar os filhos do que viver só bando de imundos

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More