CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...
PREÇO IMBATÍVEL! Vende-se CASA NOVA no Renato Parente. Contatos: (88) 9 9821.6636 / 9 9269.8424. Clique AQUI e saiba mais...

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Guimarães nega ter recebido propina por facilitar financiamento milionário do BNB para eólicas, conforme sustenta a PF

Inquérito que já tramita no STF revela que o político cearense praticou crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro.

O deputado federal cearense José Guimarães (PT) sustenta ser inocente das acusações de sido beneficiado com o pagamento de propina para obter a liberação de financiamento público para a execução de projetos de usinas eólicas. Em inquérito concluído pela Polícia Federal, e que já tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), o parlamentar figura como autor dos crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro.
Segundo inquérito da PF, Guimarães recebeu uma propina de R$ 97.761,00
Guimarães sustenta serem falsas as acusações de que teria recebido uma propina no valor exato de R$ 97.761,00, conforme relata a Polícia Federal. O dinheiro teria sido pago de duas vezes por ele ter feito ingerências junto ao Banco do Nordeste (BNB) para a liberação de R$ 260 milhões em favor do grupo Densevix (Engevix). O dinheiro público teria sido liberado a Densevix por conta da intervenção direta do deputado junto ao então presidente do BNB, Roberto Smith.

Crimes

Na manhã desta quinta-feira (24), a PF divulgou uma nota sobre a conclusão do inquérito número 4259, no âmbito da Operação Lava Jato. Diz a nota: “A investigação comprovou que um deputado federal do Ceará recebeu propina do colaborador Alexandre Romano, em troca de sua intervenção junto ao ex-presidente do Banco do Nordeste do Brasil, seu apadrinhado político”.

A primeira parcela da propina, no valor de R$ 30 mil, foi paga através de um cheque descontado pelom escritório de advocacia “Bottini e Tamasaukas”, que defendeu Guimarães numa ação no STF. A segundo parcela, com um cheque de R$ 67,7 mil, nominal a uma fábrica de papel fornecedora da gráfica usada pelo deputado.

Ainda de acordo com a investigação da PF, “foram identificados elementos suficientes para apontar a materialidade e autoria dos crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro pelo parlamentar”. Guimarães nega tudo. 

Fonte: JORNALISTA FERNANDO RIBEIRO 
Com informações do O Antagonista

7 comentários:

A lava jato já esta chegando no Ceará, Deus esta fazendo Justiça pelos o pobre necessitados do Ceará que deixaram de ser beneficiado pela corrução no ceará, pelo o dinheiro escondido na cueca e no sapato de Guimarães, que ainda se diz que é inocente, o bichinho fala igual os presos das penitenciarias do Ceará que sempre diz ser inocente.

politicos brasileiros bons, narceu mortos. os que estão ai, não se salva um, nunca deixei de comparecer às urnas, más nas proximas eleições eu serei obrigado como cidadão de mim ausentar. pois chegab de votar em vigaristas...

Um cara desse, que escondeu dinheiro na cueca, ainda faz cara de vítima. Já era para esta na cadeia à muito tempo como o irmão josé genuino.

cara de manguaça. tambem é amigo de quem?

Político que esconde dinheiro na cueca não tem nem um pingo de credibilidade.

essas porras vão ficando velhos, e acabado de fisionomias.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More