PROTEJA SEU PATRIMÔNIO: RASTREADORES E BLOQUEADORES VEICULARES SEM MENSALIDADES

TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212 - Clique AQUI e saiba mais...

DISPONIBILIZAMOS 456 CURRÍCULOS ONLINE

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Morre a primeira mulher a presidir o TJCE

"O Poder Judiciário perde hoje uma das suas referências na magistratura", afirmou o Tribunal de Justiça.
Morreu nesta quarta-feira (10), a desembargadora aposentada Águeda Passos Rodrigues Martins, primeira mulher a presidir a corte do Tribunal de Justiça do Ceará. A informação foi confirmada pelo TJCE, que lamentou a morte. 

“A trajetória da desembargadora Águeda Passos Rodrigues Martins no Judiciário cearense foi marcada pela decência, coragem no exercício da magistratura e, sobretudo, pelo seu reconhecido compromisso com a Justiça. O Poder Judiciário perde hoje uma das suas referências na magistratura, cujos exemplos de dedicação ao fortalecimento do Judiciário servirão de incentivo aos atuais magistrados”, diz a nota. 

O corpo será velado na Capela Nossa Senhora de Fátima, no Palácio da Justiça, Cambeba, a partir das 21 horas. A missa de corpo presente acontece às 15h30 desta quinta-feira (11/05), também na Capela. Às 17h30, ocorrerá o sepultamento no Parque da Paz, localizado na avenida Pres. Juscelino Kubitschek, nº 4454, bairro Passaré, em Fortaleza.

Natural de Viçosa do Ceará, nasceu em 21 de julho de 1933. Ingressou na magistratura em 24 de abril de 1961, como juíza na Comarca de Várzea Alegre. Também foi titular nas Comarcas de Barbalha e Juazeiro do Norte e respondeu, ainda, pelas Comarcas de Missão Velha, Assaré, Potengi, Caririaçu, Crato, Santana do Cariri e Araripe. Foi nomeada desembargadora pelo critério de merecimento em fevereiro de 1986, como a segunda mulher a integrar o Tribunal de Justiça do Ceará. Exerceu as funções de corregedora eleitoral no ano de 1989 e de presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) em 1990. Em 3 de fevereiro de 1997, assumiu a cadeira de vice-presidente do TJCE e diretoria do Fórum Clóvis Beviláqua. Foi presidente do Tribunal de Justiça no biênio 1999-2001 e, em 1º de fevereiro de 2001, assumiu o cargo de corregedora-geral da Justiça. Ela se aposentou em 26 de março de 2004.

Fonte: Portal Cnews

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More