ATENÇÃO PROPRIETÁRIOS DE MOTOCICLETAS! CONFIRA A PROMOÇÃO DA SOBRAL RASTREADORES

TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212 - Clique AQUI e saiba mais...

BLOG SOBRAL 24 HORAS - MAIS DE 130 MILHÕES DE ACESSOS!

terça-feira, 23 de maio de 2017

TRÊS HOMENS SÃO PRESOS SUSPEITOS DE FABRICAR E COMERCIALIZAR ILEGALMENTE SUBSTÂNCIAS ANABOLIZANTES

No total, foram apreendidas substâncias como Durateston, Stanozolol e Propionato de testosterona, além de vitaminas, aminoácidos, bicarbonato de sódio e produtos veterinários.
O grupo atuava diretamente no município de Sobral e em cidades da região Norte do Estado - Foto: Reprodução / TV Verdes Mares.

Três homens foram presos em flagrante por comercializar ilegalmente substâncias anabolizantes. As prisões foram realizadas no último final de semana (20 e 21), após quatro meses de investigações por parte da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).

De acordo com informações concedidas pela titular da DCTD, Patrícia Bezerra, o grupo atuava diretamente no município de Sobral e em cidades da região Norte do Estado. No total, foram apreendidas cerca de 92 caixas de Durateston e outras substâncias, como Stanozolol e Propionato de testosterona, além de vitaminas, aminoácidos, bicarbonato de sódio e produtos veterinários. 

O modelo de produção do grupo consistia em “misturar os produtos de maneira aleatória e vender como anabolizantes”, conforme informado pela delegada Patrícia Bezerra. A prática, além de ilegal, é considerada danosa à saúde humana. A delegada acrescentou que o material do grupo era proveniente do Paraguai. 

O líder do grupo foi identificado como Vicente Aragão Silva Neto — conhecido como “Neto Aragão” — de 23 anos, foi preso. Além de Neto, também foram presos Luan Irwing Aragão Costa, 25, e Wyscley Porfírio de Menezes, 27.

As investigações apontam o envolvimento de uma quarta pessoa — que ainda não foi detida — supostamente responsável por emitir receitas médicas falsificadas. O trio responderá por crime contra a saúde pública e associação criminosa.

Fonte: Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More