PROTEJA SEU PATRIMÔNIO: RASTREADORES E BLOQUEADORES VEICULARES SEM MENSALIDADES

TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212 - Clique AQUI e saiba mais...

DISPONIBILIZAMOS 456 CURRÍCULOS ONLINE

quinta-feira, 8 de junho de 2017

VAMOS AJUDAR: Bebê desnutrido conta com ajuda de vizinhos para sobreviver

Hospital afirma que o recém-nascido será liberado, mas a mãe, sem condições, quer manter o filho na unidade para se alimentar.

O pequeno João Victor, com apenas 28 dias de nascimento, já mobiliza toda a cidade de Quixadá, no Sertão Central. O recém-nascido, primeiro filho da jovem Talita de Sousa (18), nasceu com quadro de desnutrição e anemia, herdados da mãe, que está desempregada e foi abandonada pelo pai do recém-nascido. Agora, amigos, vizinhos e até desconhecidos participam de uma campanha para ajudar a família.

O bebê está internado no Hospital Maternidade Jesus Maria José, no município, mas será liberado em breve. Talita, no entanto, tem medo de não conseguir ter condições de alimentar o filho. “Eu queria que ele ficasse aqui. Eu acho melhor, mas dizem que é melhor que ele fique em casa do que ficar aqui e correr o risco de pegar uma infecção”, comentou. O hospital, por sua vez, afirmou que a criança é bem tratada. Ao nascer ele ficou internado para receber alimentação e dias depois, recebeu alta. 

De acordo com Luana Morais, amiga da família, após receber alta, a criança teve que ser internada novamente e receber alimentação na maternidade. A nova internação, no entanto, só aconteceu após uma denúncia feita pelo jornalista Gooldemberg Saraiva, editor de um portal de notícias local. A publicação destacou que o bebê precisa de um leite chamado Nestogeno, tipo 1, para se alimentar. Além disto, a casa da mãe ficou sem água e energia por conta de atraso de pagamento. “Eu vi as condições dele. Arrecadamos dinheiro para a luz e a energia. As doações estão na área aqui da minha casa, enquanto a casa dela [mãe] é reformada”, disse. Entre tarifas de água e energia foi pago mais de R$ 200. 

A família e os amigos afirmam que todas as ajudas são resultados desta campanha e o município não forneceu, até o momento, nenhum suporte. Uma fonte disse ao CNEWS que a prefeitura municipal “mantém financeiramente o serviço de atendimento pediátrico da maternidade” e que “o poder público paga para que bebês de até 3 anos sejam atendidos lá”. Oficialmente, a prefeitura, através de sua assessoria, informou que a Secretaria de Ação Social tomou conhecimento da situação e dará um auxílio mensal, mas o valor só poderá ser confirmado após uma avaliação feita pela pasta. Luana, uma das organizadoras da campanha, afirmou desconhecer o suporte financeiro. 

Em meio a tudo isto, João Victor se recupera na maternidade. O bebê ganhou alguns gramas desde o fim de semana e luta para sobreviver diante das dificuldades. Para isto, conta com amigos da família e até de desconhecidos, que através de uma rede de solidariedade, tem feito a diferença na vida do pequeno João. 

Para ajudar: 

CAIXA ECONÔMICA

Agência: 0752
Conta: 11449-0
Operação: 013
Titular: Sabrina Morais Gonçalves Sabino (amiga da família).

Via Cnews

1 comentários:

Opera pai na vida desta criança, desta família; entra meu Deus com providências na vida deste ser humano em nome de Jesus amém!!!

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More