RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086

sábado, 3 de junho de 2017

Você trabalhou até esta sexta só para pagar os impostos de 2017

Já ouviu que no Brasil os impostos são muito altos? Segundo cálculos do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação), neste ano o brasileiro precisou trabalhar, em média, 153 dias, completados nesta sexta-feira (2), somente para pagar impostos.

A quantidade de dias trabalhados é a mesma do ano passado, que teve um dia a mais em fevereiro. A estimativa do instituto é que 41,8% de todo o rendimento ganho pelo trabalhador é "abocanhado" por tributos municipais, estaduais ou federais.

Além disso, a corrupção consumiu 29 dias de trabalho de cada brasileiro, de acordo com o instituo.

Nos anos 1970 não era assim...

A pesquisa mostra, ainda, que o peso dos impostos nos rendimentos do trabalhador aumentou muito nos últimos 40 anos.

Na década de 1970, era preciso trabalhar, em média, dois meses e 16 dias para pagar impostos. Hoje, são necessários cinco meses e dois dias.

"Ou seja, hoje se trabalha o dobro do que se trabalhava na década de 1970 para pagar a tributação", diz o presidente do Conselho Superior e Coordenador de Estudos do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral.

Muito imposto, pouco retorno

Ao comparar a quantidade de dias necessários para pagar impostos, taxas e contribuições de 27 países, o estudo coloca o Brasil como o 8º país onde mais se trabalha para pagar tributos, atrás de nações como Dinamarca, França, Suécia e Noruega.

Para o presidente do IBPT, João Eloi Olenike, a diferença entre o Brasil e a Noruega, por exemplo, é que no país nórdico a população tem retorno dos tributos em forma de saúde, transporte e educação. "Aqui, pagamos muito e não temos quase nenhum retorno", diz.

De acordo com o instituto, os cálculos foram feitos com base no resultado do Projeto Lupa nas Compras Públicas, que monitora todas as compras realizadas pelos órgãos governamentais federais, estaduais e municipais e cruza o valor pago pelos governos com o preço da mesma mercadoria ou serviço comprado pelas empresas.

Fonte: Economia Uol

1 comentários:

Muito imposto,pouco retorno

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More