PROTEJA SEU PATRIMÔNIO: RASTREADORES E BLOQUEADORES VEICULARES SEM MENSALIDADES

TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212 - Clique AQUI e saiba mais...

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Morte de comerciante confirma domínio de traficantes de drogas na Praia de Iracema

Xico Canuto estava ameaçado de morte e foi executado sumariamente por não concordar com a ação dos traficantes no bairro mais tradicional e boêmio da Capital.
Amorte do comerciante Francisco Nascimento Canuto, o “Xico Canuto”, dono de um dos mais antigos bares da Praia de Iracema, o “Bicho Papão”, na madrugada da última segunda-feira (3), revela a situação em que se encontra aquele tradicional bairro boêmio de Fortaleza. O tráfico de drogas domina a região e os crimes de roubo se proliferam mesmo com a presença ostensiva da Polícia.

Pelo menos, duas favelas encravadas na Praia de Iracema e outra em um bairro vizinho são as fornecedoras das drogas na região e onde traficantes ordenam crimes. No caso da morte de “Xico Canuto”, a ordem para matá-lo partiu de traficantes que comandam a venda de drogas na Comunidade conhecida como Favela do Baixa Pau, localizada a poucos metros da sede da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário (CGD). De lá, os traficantes comandam a venda de drogas que se estende pelo entorno do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e pela área antes ocupada pela Feira da José Avelino.

Cracolândia

Bem perto dali, existe outra favela que também despeja drogas na Praia de Iracema e arredores. Trata-se do Oitão Preto, localizada na Rua Senador Jaguaribe, por trás da antiga estação ferroviária Professor João Felipe. Neste local, o tráfico de drogas é intenso e funciona 24 horas, alimentando uma cracolândia que se instalou, há anos, nas cercanias da Praça Castro Carreira (da Estação), precisamente na Rua Doutor João Moreira, entre Senador Pompeu e General Sampaio, a poucos metros da Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza e na calçada da Empresa Cearense de Turismo (Emcetur).

A terceira favela que alimenta o tráfico pesado de drogas na Praia de Iracema é conhecida como “Graviola”, localizada entre as ruas Gonçalves Ledo e Nogueira Acioli, a poucos metros do Mercado dos Pinhões. Ali também traficantes conseguem driblar a Polícia através de becos e saídas estreitas por onde a Polícia não tem acesso.

Dominado

Com três favelas movimentando durante 24 horas as finanças dos traficantes e distribuindo drogas como maconha, crack e cocaína drogas permanentemente, a Praia de Iracema se tornou um local perigoso, apesar das constantes ações do poder público em tentar reerguê-la.

O assassinato de “Xico Canuto” era uma “morte anunciada”. Ele estava ameaçado de morte pelos traficantes da favea “Baixa Pau” porque se recusa a permitir a venda de drogas no seu bar. Dias antes de ser morto, ele postou nas redes sociais seu temor pelo que viria a acontecer. Ainda assim os criminosos não se intimidaram e na madrugada de segunda-feira, um bandido matou o comerciante por ordem dos traficantes.

O assassino continua foragido. Ele é conhecido no bairro e fugiu à pé, em direção à favela, logo após a execução, que foi filmada pelas câmeras do estabelecimento. Na noite de quarta-feira passada, dois dias depois do crime, um adolescente, suspeito de envolvimento no crime, foi apreendido por policiais do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur). No entanto, o atirador continua foragido.

Fonte: Blog do Jornalista Fernando Ribeiro

1 comentários:

Q deus conforte dua familha mais so quem perdeo foi ele pois no brasil nao avera lei pra justisar ele

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More