PROMOÇÃO DA SOBRAL RASTREADORES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

ATENÇÃO! Maior asteroide já registrado pela Nasa a se aproximar da Terra "chega" 6ª

Segundo a Nasa, na próxima sexta-feira (1), um asteroide de mais de 4 quilômetros de largura vai passar pela Terra. Mas, tenha calma, ele não apresenta perigo. Será o mais próximo que esse asteroide chegará do planeta desde 1890 e continuará assim até 2500 e ele também é o maior a passar próximo ao nosso planeta já registrado pela agência espacial.

Nomeado de Florence, o asteroide fará seu percurso a uma distância de 7 milhões de quilômetros da Terra. "Apesar de vários asteroides terem passado mais perto da Terra que o Florence, todos eles eram menores", afirma Paul Chodas, gerente do Centro de Estudos de Objetos Próximos da Terra da Nasa.

Ele explicou que Florence é o asteroide que mais chegará perto da Terra desde que a agência espacial americana começou os estudos para detectar e rastrear objetos próximos ao planeta.

Florence foi descoberto em 1981 por Schelte "Bobby" Bus, em um observatório na Austrália. O nome foi escolhido em homenagem a Florence Nightingale, fundadora da enfermaria moderna. O asteroide poderá ser visto por alguns telescópios pequenos durante alguns dias, quando passar pelas constelações de Peixe Astral, Capricórnio, Aquário e Golfinho.

Com a proximidade entre a Terra e Florence, os cientistas terão uma oportunidade de estudá-lo melhor. A NASA espera se aproveitar do acontecimento para observar o asteróide através de radares terrestres. As imagens geradas por radar podem revelar mais informações sobre Florence, como seu real tamanho e até detalhes da superfície, de uma distância menor que 10 metros.

Os radares são usados pela Nasa no estudo de centena de asteroides. Essa tecnologia permite que quando esses corpos celestes passam próximos à Terra, os cientistas consigam estudar o tamanho, rotação, formato, força, características da superfície e tenham maior precisão sobre os detalhes de sua rota.

Em um vídeo, a Nasa mostrou como é a trajetória de Florence:

Fonte: Uol

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More