RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

MENSAGEM NATALINA DA EMPRESA GRENDENE!

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Presos rendem único policial em serviço em delegacia, roubam arma e fogem em Pacatuba

O caso expõe a fragilidade das delegacias do interior, já que somente um inspetor fazia a guarda de nove presos no momento.
Quatro presos conseguiram fugir da Delegacia Metropolitana de Pacatuba, a 25 km de Fortaleza, na noite desta terça-feira (15). Os prisioneiros serraram a grade da cela e renderam o único inspetor da unidade, roubando a arma do policial.

De acordo com o delegado Wagner Jorge, no momento da fuga, um carro estava à espera dos presos próximo à delegacia. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

“Eles já estavam se preparando para a fuga. Pediram a arma que estava ao lado do birô e algumas munições da delegacia. Estava tudo planejando. É tanto que os outros três não fugiram”, informou o delegado. A cela em que os fugitivos se encontravam comportava sete presos.

Para fugir, os prisioneiros pediram água para o único inspetor na unidade, quando o policial abriu a porta que dá acesso às celas, os homens conseguiram rendê-lo. “Quando eu abri a porta da frente, eles já tinha serrado a sela e me disseram que só queriam fugir”, relatou o inspetor, que não quis se identificar. Os quatro homens fugiram pela parte de trás da unidade.

A fuga dos prisioneiros expõe a fragilidade de algumas delegacias do Estado. Um único inspetor era responsável por cuidar de nove presos e que não pôde impedir a fuga.

“Pouco policial e um sozinho é difícil de cuidar de noves presos. Eles pularam e foram embora”, relatou o inspetor. Além do baixo número de oficiais, as condições precárias das instalações da delegacia também facilitaram a fuga dos prisioneiros.

Os quatro fugitivos respondiam por roubo e conseguiram levar quase 100 munições. Os outros prisioneiros não tinham conhecimento do plano de fuga. A Polícia Civil em parceria com a Polícia Militar está realizando buscas para encontrar os prisioneiros.

(Tribuna do Ceará)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More