RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

EVENTU´S BUFFET - (88) 99672.5393 / 99207.1980 / 99207.7000

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Ferreira Aragão reclama dos valores de serviços e pede isenção para pobres

O deputado Ferreira Aragão (PDT) reclamou, no primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (31/08), do valor de alguns serviços que, em sua opinião, deveriam ser gratuitos ou com preços menores para pessoas de baixa renda.

Entre os serviços, o parlamentar citou a oferta de cursos de pós-graduação nas faculdades e universidades. Segundo ele, os valores cobrados são muito altos, e aqueles que desejam continuar suas especializações são impedidos.

Outro procedimento criticado pelo deputado é o valor cobrado para trocar de categoria na carteira de motorista. “Se você precisar trocar de categoria, vai precisar pagar mais R$ 1.500,00 de autoescola. Uma pessoa pobre, que precisa trabalhar e quer se candidatar a uma vaga de motorista de caminhão ou ônibus não tem esse dinheiro”, avaliou.

Ferreira Aragão defendeu a redução ou mesmo a isenção de taxas de autoescola por parte do Governo Federal para pessoas que comprovem sua pouca renda. “Essa é uma forma de incentivarmos o trabalho. Vamos dar mais oportunidades a quem precisa”, sugeriu ele.

O parlamentar continuou sua lista mencionando a troca de sinal analógico para digital nos televisores, afirmando que o procedimento seria uma “ladroagem”, pois a prioridade do País é saúde e educação. “A gente precisa dizer a verdade. Isso tudo só está servindo para lascar o pobre. A cultura do trabalho que deve ser incentivada”, declarou.

Com informações da  AL

3 comentários:

Está correto o Deputado, é um absurdo vocẽ perder uma vaga de emprego por não poder trocar de categoria da CNH devido a essa taxa cobrada fora da nossa realidade.

Concordo plenamente com você.

Verdade, e vale lembrar que ainda pagamos todo ano o IPVA e licenciamento de nossos veículos, além de IPTU, Porque esses impostos não deixam de existir? O pobre não ganha nada com isso, só o governo.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More