RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

EVENTU´S BUFFET - (88) 99672.5393 / 99207.1980 / 99207.7000

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Madrugada de tiroteio intenso entre facções em favelas da zona sul de Fortaleza

Criminosos trocaram tiros de fuzil durante cerca de três horas nas favelas Gereba, Rampa e do Boi, no Jangurussu, contra oponentes da comunidade Babilônia, no Barroso, após morte de comparsas no presídio CPPL 2.
Uma intensa troca de tiros entre bandidos das facções Guardiões do Estado (GDE) e Comando Vermelho (CV), causou pavor aos moradores de quatro comunidades dos bairros Jangurussu e Barroso, na zona sul de Fortaleza, durante a madrugada desta sexta-feira (27). Foram, pelo menos, três horas de disparos de armas de grosso calibre – incluindo fuzis – que deixaram a população acordada. A morte do integrante de uma das facções teria gerado o conflito. A Polícia não apareceu na área.

O tiroteio intenso envolveu bandidos do CV e da GDE das favelas Gereba, Rampa e do Boi contra criminosos alojados na comunidade Babilônia. O conflito começou por volta de 3 horas da manhã e se estendeu até por volta das 6 horas, conforme denunciaram os moradores.

O motivo do conflito teria sido a morte do bandido identificado como Igor Menezes Nunes, 22 anos, conhecido por “Igor Bocão” ou “Igor Babilônia”, um dos chefes de uma das facções que dominam a área do Barroso II. Ele foi assassinado na madrugada de quinta-feira numa das celas da Casa de Privação Provisória da Liberdade Professor Clodoaldo Pinto, a CPPL 2, no Complexo Penitenciário de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Vingança

A morte de “Igor Babilônia” teria sido uma retaliação da facção GDE, já que no dia anterior, um membro do CV, Davi Lameu de Souza Neto, 45 anos, foi assassinado depois de sofrer torturas também na CPPL 2. Os assassinos chegaram a arrancar os olhos de Davi e fotografaram os órgãos nas mãos de um dos matadores. As imagens foram postadas pelos assassinos nas redes sociais.

Até o momento, a Polícia não revelou se houve mortos ou feridos nos confrontos da madrugada.

Via Cearanews7

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More