RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

MENSAGEM NATALINA DA EMPRESA GRENDENE!

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

SEM CONTROLE - Ceará bate seu recorde histórico de homicídios: são 4.455 assassinatos

Em 10 meses e 15 dias, o estado superou a pior taxa então registrada, a de 2014, quando 4.439 pessoas foram mortas no ano inteiro. A Capital é a área com maior índice de execuções.
Nesta quarta-feira, dia 15 de novembro de 2017, feriado do Dia da Proclamação da República do Brasil, o Ceará bateu um recorde em sua história, o do número de assassinatos em um único ano. Com 4.455 homicídios, o estado ultrapassou a pior marca que foi a de 2014, quando foram registrados 4.439 crimes de morte.

Somente entre janeiro e outubro de 2017, o Ceará registrou 4.218 assassinatos (4.211 na estatística da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social). Somem-se a estes, outros 237 já contabilizados neste mês de novembro e chega-se ao número recorde de 4.455 casos.

Diante de tal comprovação, surge cada vez mais forte a possibilidade de o estado ultrapassar, nesta no, a barreira dos cinco mil Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), já que a média/dia atual de homicídios em todo o estado chega a 14 crimes de morte.

No acumulado do ano, Fortaleza (a Capital) apresenta as maiores taxas de CVLIs dentro do cenário estadual. De acordo com a SSPDS, nos dez primeiros meses de 2017, nada menos, que 1.616 pessoas foram mortas na cidade, o que representa 96,4 por cento de aumento se comparado a igual período (10 meses) de 2016.

Também de acordo com as estatísticas da SSPDS, apresentadas na última terça-feira (14), a Região Metropolitana de Fortaleza contabilizou de janeiro a outubro últimos, 1.042 homicídios,, o que representa uma elevação de 66,2 por cento se comparado ao ano passado, quando no acumulado de 10 meses ocorreram 665 casos.

Sertão

Já o Interior no geral, registrou de janeiro a outubro deste ano, um índice de 1.553 assassinatos, contra 1.301 em 2016. No Interior Norte, essa elevação foi de 35,3 por cento, passado de 533 casos (em 2016) para 721 neste ano.

No Interior Sul, a elevação foi de 8,3 por cento. No ano passado, em 10 meses foram registrados 768 assassinatos. Neste ano, foram 832 crimes.

Fonte: Cearanews7

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More