RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

EVENTU´S BUFFET - (88) 99672.5393 / 99207.1980 / 99207.7000

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Vereador é preso suspeito de ser mandante de assaltos a bancos

Político é cacique indígena e foi o vereador mais votado da cidade gaúcha de Tenente Portela.
O vereador gaúcho Valdonês Joaquim, também cacique indígena da reserva do Guarita, foi preso na segunda-feira (6) suspeito de ser o mandante do assalto a duas agências bancárias em fevereiro deste ano. Ele foi eleito o vereador mais votado da cidade de Tenente Portela, no Norte do Rio Grande do Sul.

Segundo informações do portal G1, as agências assaltadas são localizadas na cidade de Miraguaí. O vereador, além de ser o mandante dos crimes, também teria preparado outros índios para participarem do crime.

Conforme o Ministério Público, ele e o pai cederam todo espaço da reserva indígena durante a preparação para o assalto, e durante um mês armazenaram armas e munições, além de terem fornecido local para esconder os carros, armas e dinheiro roubados na ação criminosa.

Valdonês foi preso na noite de segunda, quando chegava à Câmara de Vereadores de Tenente Portela. Já o pai dele é considerado foragido. Já nas reservas, foram encontradas armas e munições de diversos calibres.

Ainda de acordo com o que apurou o G1, a assessoria do cacique disse que os advogados ainda buscam informações sobre os motivos da prisão para que possam analisar que medidas poderão ser tomadas acerca da prisão. Aos assessores Valdonês Joaquim disse que encara o assunto com serenidade, para que possa provar sua inocência.

Fonte: Notícias ao Minuto

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More