RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

MENSAGEM NATALINA DA EMPRESA GRENDENE!

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

PRF lança app para recuperar carros roubados

Ferramenta informa dados dos carros, motos e caminhões aos policiais rodoviários federais. Corporação em Goiás acredita que pode aumentar em 50% número de automóveis reavidos.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) desenvolveu uma ferramenta para facilitar que veículos roubados e furtados sejam identificados e recuperados. O Sistema Sinal verifica se os dados fornecidos pela vítima estão corretos e repassa aos policiais em um raio de 100 km de distância do local do crime essas informações, para que fiquem atentos nas estradas.

O chefe da comunicação da PRF em Goiás, inspetor Newton Moraes, esclareceu que o novo dispositivo deve ajudar a aumentar o número de veículos recuperados. “Só no ano passado seis mil veículos foram recuperados pela polícia no país inteiro. Com esse novo sistema a expectativa é que 50% a mais possam ser recuperados a partir do Sinal”, explicou em entrevista à TV Anhanguera.

A PRF alerta para que os motoristas mantenham os dados corretos dos veículos em local seguro e de fácil acesso, para não fornecer informações incorretas no sistema. O Sinal solicita, por exemplo, placa e modelo do carro, ou número do chassi. Apesar da ferramenta, a corporação alerta que o preenchimento da ficha não substitui a realização de boletim de ocorrência na Polícia Civil.

A coordenadora administrativa Célia Mara de Jesus teve o carro furtado e, além de registrar o crime na Polícia Civil e na Polícia Militar, também cadastrou os dados do veículo no Sinal. Ela conta que espera que o veículo seja encontrado.

“A gente tem um veículo furtado dentro da cidade, há duvida se que esse veículo vai ficar dentro da cidade ou se ele vai sair para fora, fazer outros assaltos. Eu estava dependendo dele [carro] e eu só tenho ele e eu nem terminei de pagar”, comentou.

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More