RASTREADORES DE MOTOS POR APENAS 10 X R$ 65,00 - FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272/(88) 9 9299.9212

MAURÍCIO VASCONCELOS - CORRETOR DE IMÓVEIS (88) 99208.8406

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Bandidos morrem em confronto com policiais do Cotar em Icó

Três bandidos foram mortos e outros dois presos durante um confronto armado entre uma quadrilha de assaltantes e pistoleiros com policiais militares no começo da manhã desta quarta-feira (3), em Icó (a 375Km de Fortaleza). O bando foi cerco por volta de 6 horas por policiais do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), que descobriu o esconderijo dos marginais.

No momento do cerco policial houve reação, se estabelecendo um tiroteio na localidade de Vila Guassussê 3, na zona rural daquele Município. Segundo o comandante do BPChoque, tenente-coronel PM Henrique Bezerra, as equipes do Cotar estavam na região averiguando os últimos casos de ataques a carros-fortes e crimes de pistolagem, quando recebeu informações onde o bando poderia está escondido. Rapidamente, foi montada a operação.

Dos três bandidos baleados e mortos, apenas um foi informalmente reconhecido e identificado. Trata-as de um jovem conhecido por “Luquinha”, bandido que agia na região praticando assaltos e assassinatos por “encomenda” (pistolagem). Os outros dois não foram reconhecidos nem portavam documentos.

Além das armas de fogo que os criminosos usaram para enfrentar a Polícia, foram encontrados com eles munição de reserva, um carro roubado, com placa de Feira de Santana (BA) e uma motocicleta. As armas apreendidas foram pistolas de calibres Ponto 40, 45 (de uso das Forças Armadas) e 380.

Informações extra-oficiais revelam que, além dos dois homens presos foram detidas também três mulheres. Todos foram levados para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Icó, enquanto os corpos dos mortos encaminhados ao Hospital Municipal.

Crimes

A quadrilha vinha sendo investigada pelos recentes ataques a carros-fortes e, ao menos, dois assassinatos ocorridos em Icó recentemente, entre eles, o do agropecuarista Raimundo pequeno Landim, 53 anos, morto a tiros na noite do último domingo (31) na cidade de Icó.

O grupo teria sido também responsável pela morte do comerciante Cleriston Paulo Bezerra Batista, 32 anos, executado a tiros dentro do seu estabelecimento comercial, um mercadinho, no dia 3 de novembro do ano passado, cujo crime foi filmado pelas câmeras do seu estabelecimento comercial e as imagens reproduzidas nas redes sociais.

Fonte: Blog do Jornalista Fernando Ribeiro

3 comentários:

ah menos três na terra não faz falta

Existe pessoas que são recuperáveis, e essas que são recuperáveis jamais deveriam ser misturadas com os serial killer piscopatas ,é necessário haver uma triagem, serial Killer para quem não sabe são os assassinos em série que matam várias pessoas são os chamados piscopata, sabe é aquele tipo de pessoa que na maioria das vezes já matou cinco ou mais pessoas, o maior problema do Brasil é a falta de um triagem, tem países onde os serial killer não ficam com os demais para não prejudicarem a recuperação dos recuperáveis, porém, o Brasil é um caso a parte
Um exemplo sao os homens que não pagam pensão e vão para nesse ambiente

parabéns aos policiais, que aconteça mais açoes com esses desfecho.
Pena que dificilmente, vemos açoes assim.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More