RASTREADORES DE MOTOS POR APENAS 10 X R$ 65,00 - FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272/(88) 9 9299.9212

MAURÍCIO VASCONCELOS - CORRETOR DE IMÓVEIS (88) 99208.8406

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Cabo da PM é preso por emprestar arma para namorado

Policiais da Força Tática do 8º Batalhão de Altos realizaram a prisão de dois jovens acusados de realizar um assalto na cidade de Alto Longá. Com a dupla, a polícia encontrou uma arma .40 de uso exclusivo da Polícia Militar e um veículo que pertence ao cabo Erivan, da PM do Piauí. As vítimas relatam que os bandidos agiram com muita violência.
Dupla foi presa acusada de assaltos (Crédito: Reprodução)
“Chegou uma mulher primeiro perguntando se eu estava em casa e minha avó disse que eu estava dormindo, ela se passou por minha namorada e fez a cabeça da minha avó até ela me chamar, fui na porta e já fui abrindo, minha avó disse que não era para eu abrir, aí eu falei que ia abrir porque não estava devendo para ninguém. Na hora que eu abri a mulher correu para dentro do carro e os caras já foram entrando, entrou primeiro só um cara e depois chamou mais dois. Entraram armados, colocando arma na cabeça de todo mundo e disseram que queriam tudo, moto, dinheiro, celulares, queriam levar até minha irmã, mas minha avó não deixou”, disse. 
Cabo da PM foi preso (Crédito: Reprodução)
A avó da vítima também relatou o caso. “Bateram na porta, eu perguntei quem era, ela disse que era a Gabriela, perguntando pelo meu neto dizendo que era a namorada dele, que queria falar com ele, eu só olhei pela janela, chamei ele e ele já foi abrindo a porta , aí a menina voltou para o carro e eles entraram dentro de casa roubando tudo”, afirmou.
Em depoimento, os criminosos revelaram que foram contratados pelo cabo Erivan para resgatar uma arma que ele teria dado ao namorado. O advogado do cabo, Dr. Marcos Vinícius, disse que seu cliente é inocente, mas assumiu a relação homoafetiva.
“Ele disse que as pessoas pediram emprestado o carro dele, assumiu que são amigos dele, dentro do carro dele tinha a pistola e essas pessoas realizaram o assalto, invadiram a casa de um desafeto, bateram nele, mas que ele mesmo não sabia de nada. Essa informação não é verdade, ele reconhece que tem um relacionamento com o rapaz, mas não sabia que ele ia fazer o assalto”, declarou o advogado.

O cabo foi levado para o presídio militar.

Fonte: Meio Norte

8 comentários:

isso que da ter viado na corporação. kkkk

Antigamente policial se dava ao respeito, não se acompanhava desse tipo de gente não. Agora tem até negócio de boga... Égua!

Kkkkkkk que viadagem vey pqp kkkk

Sobral tbm tem, principalmente na civil!

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More