RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

SBC - MELHOR PLANO DE ASSISTÊNCIA FAMILIAR - (88) 3611.1481

domingo, 6 de maio de 2018

Delegado da PF é assassinado durante festa de aniversário da filha

Crime ocorreu em uma casa de praia na região metropolitana de São Luís, no Maranhão. O delegado Davi Farias Aragão chegou a ser levado para um hospital mas não resistiu aos ferimentos.

O delegado federal Davi Farias de Aragão foi assassinado na noite de sábado, 5, em São Luis, no Maranhão. O crime ocorreu em uma casa na praia do Meio, bairro de Araçagi, onde o policial comemorava o aniversário de uma de suas filhas.

O delegado era natural de São Luís, tinha 36 anos, era casado e tinha duas filhas. Ingressou na PF há mais de doze anos onde, segundo a corporação, coordenou várias operações policiais e contribuiu em ações de combate ao crime. Atualmente chefiava a Delegacia de Repressão aos Crimes Fazendários.

De acordo com as informações divulgadas pela polícia civil do Maranhão, o delegado participava da festa de sua filha quando o local foi invadido por três criminosos. Aragão teria reagido e iniciado uma luta corporal com os criminosos. Além dos tiros, o policial recebeu três facadas na região do abdômen.

Em nota, a PF informou que logo após o crime todo o efetivo da corporação iniciou o trabalho de investigação e três envolvidos foram presos.

“O inquérito policial que apurará o latrocínio já foi instaurado e será conduzido pela Polícia Civil do Estado do Maranhão. A Polícia Federal continuará envidando todos os esforços possíveis para colaborar na elucidação dos fatos e prisão dos criminosos, solidarizando-se com familiares, amigos e colegas de trabalho, lamentando profundamente o triste episódio que retirou, de forma precoce, a vida do policial que deixará imensa saudade no nosso convívio”, disse a PF por meio de nota.

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) também divulgou um comunicado no qual se solidariza com a família de Aragão. “O Delegado Federal David Aragão é mais uma vítima da violência que aflige toda a sociedade brasileira, em que os profissionais de segurança vem se tornando alvos preferenciais. A ADPF está acompanhando o caso com atenção para que os criminosos sejam capturados, julgados e punidos com todo o rigor da lei”, diz a nota. 

Fonte: O Estadão

3 comentários:

Onde vamos parar com tanta violencia , onde nem quem eh a lei esta mas segura, estamos entregues a bandidagem, meu deus que deus conforte a familia, Delegado FD tanto lutou pta chegar ate onde chegou e morrer dessa forma����

Bandido que mata, tem é que morrer!!

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More