RASTREADORES DE MOTOS POR APENAS 10 X R$ 65,00 - FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272/(88) 9 9299.9212

MAURÍCIO VASCONCELOS - CORRETOR DE IMÓVEIS (88) 99208.8406

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Alemanha perde para a Coreia do Sul por 2 x 0 e está fora da Copa

Atuais campeões, alemães terminam em último no Grupo F. Suécia derrotou México por 3 x 0 e ambos se classificaram às oitavas do Mundial.
O que parecia impossível aconteceu. Nem nos pesadelos mais tenebrosos vividos pelos jogadores e pela torcida alemã se podia imaginar um final tão trágico para a seleção da Alemanha na Copa do Mundo da Rússia. O time não conseguiu furar o bloqueio da Coreia da Sul, perdeu por 2 x 0, nesta quarta-feira (27/6), na Arena Kazan e foi eliminado do Mundial. Para piorar, ainda terminou o tumultuado Grupo F em último lugar, atrás da Suécia, do México e até mesmo da Coreia do Sul, que marcou com Kim e Son.

Assim, a Alemanha escreveu uma das páginas mais vexatórias de seu futebol. Os atuais campeões mundiais, considerados um dos principais favoritos ao título, protagonizaram a grande zebra da competição até o momento e caíram na primeira fase do torneio pela primeira vez em 80 anos. A última vez que os alemães haviam sido eliminados na fase inicial foi em 1938, na França, quando o torneio era disputado em fases mata-mata e a seleção caiu na estreia para a Suíça, nos pênaltis. Desde que os grupos foram instituídos no Mundial, o país nunca havia caído neste estágio. O vexame ganhou contornos ainda mais históricos com os gols sul-coreanos nos acréscimos.

E ninguém poderia imaginar que isso aconteceria na Rússia. Atual campeã mundial e da Copa das Confederações, repleta de jogadores que atuam no mais alto escalão da Europa, a Alemanha era apontada como candidata à conquista. Mas, em três partidas, decepcionou de forma surpreendente. E só não teve a queda decretada antes porque buscou um improvável triunfo contra a Suécia já aos 50 minutos do segundo tempo e com um jogador a menos.

Agora, ampliou a sina recente dos campeões mundiais na primeira fase. Afinal, esta é a terceira Copa seguida que o atual vencedor do torneio cai neste estágio, repetindo a Itália, campeã em 2006 e eliminada precocemente em 2010, e a Espanha, vencedora em 2010 e surpreendida quatro anos mais tarde, no Brasil.

Melhor para México e Suécia, que avançaram e agora aguardam seus adversários nas oitavas. Os suecos passaram em primeiro e duelam com o segundo colocado do Grupo E, o mesmo do Brasil. Já os mexicanos avançaram na vice-liderança e também esperam a definição da chave brasileira.

Zebra
O time alemão até dominou as ações, mas teve dificuldade para concluir a gol e perdeu chances incríveis, especialmente com o zagueiro Hummels, em três cabeçadas. O time sul-coreano optou por apostar em contra-ataques, recebeu um gol de graça, após passe de Toni Kroos e definiu, com Son, no final, sem goleiro.

A zebra se tornou completa aos 48 minutos do segundo tempo, com o gol de Kim Young-Gwon, inicialmente invalidado, mas confirmado pelo VAR. O desespero foi tanto que Neuer se lançou para o ataque como um jogador de linha. E foi aí que a Coreia matou o jogo. Um chutão para frente de Ju Se-Jong virou passe para Son marcar com o gol vazio. Fim de jogo e o vexame estava selado.

O drama aumentou ainda mais porque a Suécia derrotou o México por 3 x 0, com os três gols marcados no segundo tempo, no outro jogo da chave. Os germânicos se classificariam se vencessem a Coreia do Sul por dois ou mais gols de diferença. Para azar do time de Joaquim Low foi o contrário que justamente aconteceu.

Via Metrópoles

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More