RASTREADORES DE MOTOS POR APENAS 10 X R$ 65,00 - FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272/(88) 9 9299.9212

MAURÍCIO VASCONCELOS - CORRETOR DE IMÓVEIS (88) 99208.8406

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

JUSTIÇA DECIDIU: EX-MARIDO E AMANTE TERÃO QUE PAGAR INDENIZAÇÃO À MULHER TRAÍDA

Sandra, de Galileia, Vale do Rio Doce foi a primeira mulher a receber indenização moral e financeiramente pelo término do seu casamento.

Os nomes a seguir são fictícios para preservar os envolvidos.

Sandra ganhou em primeira Instância a indenização financeira e moral após ter tido o casamento rompido depois de dez dias de casada.

Seu ex-marido e a amante Adriana foram condenados a pagar à mulher os valores estabelecidos pela justiça: R$ 11.098 por danos materiais e R$50 mil por danos morais.

A decisão foi o juiz Roberto Apolinário de Castro, da 2ª Vara Cível de Governador Valadares.

Segundo Sandra, ela se casou no dia 19 de dezembro de 2009 e neste mesmo dia, logo depois da cerimônia, descobriu que seu marido tinha um caso com Adriana.

Dez dias depois eles já estavam divorciados e Ricardo foi morar com a amante levando os bens materiais da casa: televisão, sofá, o rack da sala e a cama.

Sandra relata que tudo foi muito humilhante e constrangedor para ela, causando aborrecimentos e um transtorno enorme.

Levou à justiça documentos que comprovavam que ela gastou R$ 11.098 com os preparativos do casamento e pediu R$30 mil de indenização.
Versão de Ricardo e Adriana

Ricardo e Adriana contestaram.

A amante alegou que não poderia se responsabilizar pelo término do casamento e Ricardo disse foi ele quem pagou as despesas do casamento e se baseou em notas fiscais que mostravam as compras de materiais de construção.

Porém, o o juiz da 2ª Vara Cível de Governador Valadares, Roberto Apolinário de Castro, não aceitou os argumentos por haver provas de que no dia da cerimônia e nos primeiros dias do casamento, a amante contatou a noiva para dizer que Ricardo estava mantendo um relacionamento com ela.

Além disso, os dois foram morar juntos antes do divórcio ser concretizado.

O juiz ainda concordou com a humilhação de Sandra, uma vez afira que houve cinismo por parte da amante durante a audiência.

A decisão é passível de recurso.

Com informações do Jornal do País
Foto ilustrativa

7 comentários:

E ainda assim tem gente q traí as esposas tomara q seja assim a lei de sobral também...

Quando a mulher não sabe cuidar bem, vem outra e cuida maravilhosamente bem! Conheço muitas mulheres que perderam seus maridos por não cuidar do casamento! Essa decisão aí não foi por conta da traição, foi pelos danos causado que o juiz viu não sei aonde. Mas entrando com recurso, em segunda instância os juízes vão mandar ela cuidar melhor do próximo! kkkkk..

E se a mulher trair Tbm? Tbm vai valer a lei pra ela?

Com certeza esse povo que defende a amante e é contra a decisão do juiz, é amante também.

OWW ANÔNIMA INOCENTE VIU ESSA 23:19 MINHA FILHA SE HOMEM QUISER TRAIR DEPENDENTE DO CASAMENTO TIVER BOM OU NÃO, ELE VAI TRAIR DO MESMO JEITO. INOCENTE TU VIU KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

OWW ANÔNIMA INOCENTE VIU ESSA 23:19 MINHA FILHA SE HOMEM QUISER TRAIR DEPENDENTE DO CASAMENTO TIVER BOM OU NÃO, ELE VAI TRAIR DO MESMO JEITO. INOCENTE TU VIU KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

E OUTRA ANÔNIMA 23:19 NÃO É OBRIGAÇÃO SÓ DA MULHER TER QUE CARREGAR O CASAMENTO NAS COSTAS, PQ SE FOR SÓ ASSIM COITADA DE NÓS MULHERES, ISSO TEM QUE PARTIR DOS DOIS, FOFA. ;)

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More