RASTREADORES DE MOTOS POR APENAS 10 X R$ 65,00 - FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272/(88) 9 9299.9212

MAURÍCIO VASCONCELOS - CORRETOR DE IMÓVEIS (88) 99208.8406

sábado, 20 de outubro de 2018

Folha de São Paulo faz de tudo em suas páginas para salvar seu candidato: Haddad

Jornal corre o risco de perdeu o seu maior patrimônio: a credibilidade.
O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, não consegue virar os números que apontam a eleição do seu oponente, Jair Bolsonaro (PSL), mas tem no jornal Folha de São Paulo seu principal aliado na desesperada tentativa de chegar ao Planalto. A Folha, por sua vez, está perdendo o seu maior patrimônio: a credibilidade.

Nas suas últimas edições, o jornal paulista tem sustentado, em repetidas matérias, a tese de que os influenciadores digitais trabalharam “criminosamente” à serviço de Bolsonaro.

Haddad não consegue virar e a Folha sem Otávio Frias, morto durante a campanha, corre o risco de deixar de ser o maior jornal do Brasil, ao se tornar porta-voz do PT.

Na edição deste sábado (20), o jornal sustenta que, “contrariando a lei, pessoas físicas têm pago anúncios no Facebook para fazer propaganda ao candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) e criticar Fernando Haddad (PT)”.

E diz mais: “Há influenciadores digitais, ex-candidatos e pessoas comuns patrocinando a campanha de Bolsonaro. Apenas um usuário identificado como Ricardo Santi, influenciador digital por trás de vários sites, quebra todas as regras acima. Ele pagou 11 anúncios, por meio de diferentes páginas, para promover Bolsonaro e criticar Haddad”.

Fonte: Cearanews7

4 comentários:

A pergunta que fica no ar. É possível criar falsas notícias sobre o PT que sejam piores que as verdadeiras?

E vcs ao contrário fazem para o Bolsonaro

Jornalixo a serviço da esquerda. Recebeu milhões nos governos petralhas mas vão falir no governo do Bolsonaro. 17 neles

Folha e todo o grupo Globo são todos PT, recebem dinheiro público no mole. Artistas ganham milhões do governo


Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More