RASTREADORES DE MOTOS POR APENAS 10 X R$ 65,00 - FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272/(88) 9 9299.9212

MAURÍCIO VASCONCELOS - CORRETOR DE IMÓVEIS (88) 99208.8406

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Mãe de assaltante morto em frente a escola processa policial e pede R$ 477 mil

A policial Kátia da Silva Sastre foi eleita deputada federal por São Paulo no último domingo (7). Na véspera do pleito, porém, a família de Elivelton Silva Ferreira, assaltante de 20 anos que foi morto pela policial no dia 12 de maio, em frente a uma escola de Suzano, na Grande São Paulo, abriu processo contra ela e pede indenização no valor de R$ 477 mil – o equivalente a 500 salários mínimos.

O motivo do processo é o uso da cena da morte do rapaz de 20 anos em campanha eleitoral de Kátia. A PM foi eleita deputada federal por São Paulo com 264.013 votos – sétima mais votada no estado com maior colégio eleitoral do país.

Kátia estava de folga no dia 12 de Maio e acompanha a filha de sete anos na festa do Dia das Mães no colégio Ferreira Master. Na entrada do local, acompanhada de outras mães, Elivelton as abordou com uma arma em punho e anunciou o assalto.

A PM reagiu e matou o rapaz de 20 anos com três tiros. A cena foi registrada por uma câmera de segurança. A mãe de Elivelton, a cozinheira Regiane Neves da Silva Ferrari, afirma que a policial agiu de forma correta, mas a processa por causa do uso de imagens.

Kátia utilizou essas imagens para demonstrar ao eleitorado quem ela era e toda a sua coragem, divulgando durante a sua vitoriosa campanha eleitoral para a Câmara dos Deputados o vídeo abaixo:
Segundo Regiane, toda vez que a cena aparecia no horário eleitoral gratuito, Kátia torturou a ela e à sua família. “O que ela fez foi absurdo”, desabafa a mãe. “Toda vez que a cena aparecia na TV, meus netos gritavam: ‘vó, estão matando o Zoca de novo, venha ver’”, afirmou.

O jornal Folha de S. Paulo tentou contato com a PM e agora deputada federal eleita, mas ela não comentou o caso porque ainda não recebeu notificação oficial.

Fonte: 1news

12 comentários:

Queria ver se o marginal tivesse atirado e matado alguém, se ela iria querer indenizar a família da vítima. Isso é uma oportunista, se o vagabundo assaltou e as imagens foram vinculadas na imprensa, como pode querer se beneficiar pq a Policial usou na campanha?

Era pra ser o contrário, quando um bandido matasse ou assaltasse, a família dele era p pagar um valor à vítima, só assim ficariam de olho nos filhos q estão pensando desde pequeno em se tornar marginal.

Mãe de bandido, bandida é!

Quando li a manchete achei um absurdo essa ação, mas depois de ler vemos que a deputada eleita usou o vídeo em sua propaganda política. Nesse último caso, acho cabível uma indenização à família.

Tbm achei um absurdo e continuo achando.. Tá cheio de espertinhos no Brasil,agora a mae do bandido morto quer quase 500 mil de indenização pra viver o resto da vida de boa e nunca mais trabalhar

Só no Brasil de esquerda mesmo

Tá certa a mãe, tem muito esperto se promovendo com a violência..essa policial usou a imagem de um homicídio indevidamente sem consultar a família pra se promover na política. Se aproveitou do fato pra levar vantagem na política.

Acho cabível a indenização, so não concordo esse valor e a beneficiária. Um juiz de verdade devia multala e doar a uma instituição de respeito.

Srs:políticos do Brasil,vocês não precisam de fazer aliança com partidos pra se elegeram,basta cada candidato matar um bandido que já é eleito ai vcs filma o crime e usam em campanhas politcas.isso é uma vergonha essa justiça eleitoral,é dois pesos e duas medidas.

Galera, ninguem tá questionando a ação policial, o que tá se questionando é o fato dela ter usado essas imagens para se eleger, tanto é que se essa ação não tivesse sido filmada, dificilmente ela teria sido eleita.

Eu que não dou meu voto a uma pessoa por uma ação deste tipo,ou por ficar falando promessas que jamais serao cumpridas, realmente foi por essa ação que se promoveu. A mãe do morto tem todo direito de processar mesmo, com certeza ela está sendo instruída por advogado que entende e ver brechas nas leis, ela vai ter como pagar,pois vai passar 4 anos recebendo ótimos salarios.

Igual a ela muitos se promoveram nessas eleições.Esse negócio de direita ou esquerda quem se ferra somos nós da massa, os que estão nos "representando"seja direita ou esquerda, estão com seus seguranças,vivendo em suas mansões com muito dinheiro e os pobres aqui em baixo brigando , defendendo eles, o Brasil nao tem jeito. Infelizmente.Direita ou esquerda é balela,todos tem que trabalhar em prol,para o bem comum de todos,não ficar confundindo e colocando a massa popular em conflitos entre si.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More