RASTREADORES DE MOTOS POR APENAS 10 X R$ 65,00 - FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272/(88) 9 9299.9212

MAURÍCIO VASCONCELOS - CORRETOR DE IMÓVEIS (88) 99208.8406

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Ceará pode garantir permanência na Série A nesta segunda-feira

Com o empate, o Alvinegro pode ficar na primeira divisão se o Sport não vencer o São Paulo nesta segunda-feira, 25.
O Ceará entrou em campo neste domingo, 25, sabendo que poderia se salvar do rebaixamento se vencesse o Atlético-PR na Arena da Baixada, em jogo válido pela 37ª rodada da Série A 2018. O Alvinegro até saiu na frente, com Leandro Carvalho, mas os donos da casa viraram no segundo tempo. No fim, Wescley, que não jogava há cinco meses, marcou o gol de empate, dando números finais em 2 a 2. 

Agora, o Vovô vai a 43 pontos e sobe para 13º na tabela de classificação. Para garantir a permanência, o time precisa torcer para que Sport não vença o São Paulo nesta segunda-feira, 25. Isso porque o Fluminense foi derrotado pelo Internacional por 2 a 0 e agora enfrenta o América-MG na 38ª rodada, o que significa que os dois não pode ultrapassar, juntos, o Ceará (que enfrenta o Vasco, adversário também atrás na classificação). 

Na próxima rodada, o Ceará recebe o Vasco, no domingo, 2, às 16h no horário de Fortaleza, em partida que pode ainda ser para garantir a permanência na primeira divisão. Simultaneamente, o Furacão visita o Flamengo, no Maracanã. 


O JOGO

Logo no começo da partida, ficou claro que o Ceará iria jogar com todos os seus atletas no campo de defesa e tentar sair em contra-ataque, o comum quando a equipe joga fora de casa. O Atlético-PR, clube treinador por Tiago Nunes, conhecido por gostar de ter a bola, aceitou essa proposta. Contudo, o início não apresentou nenhuma chance de perigo. 

A primeira grande chance no jogo foi do Alvinegro. Em contra-ataque, Juninho achou Samuel Xavier na direita, que avançou até a linha de fundo e fez cruzamento rasteiro buscando Arthur, mas o atacante não conseguiu alcançar a bola. Com 25 minutos, Leandro Carvalho acertou um chutaço de dentro da área depois de uma virada de jogo de Ricardinho. De primeira, o ponta foi feliz em encher o pé e abrir o placar na Arena da Baixada. 

O Atlético-PR apareceu com mais perigo com Bergson, que arrematou de dentro da área aos 38 minutos, mas a redonda foi mascada e para fora. Com 44 minutos, Marcinho subiu mais alto que a marcação para mandar de cabeça um cruzamento vindo de escanteio, mas a redonda foi para fora, caminho comum das finalizações do Atlético-PR no primeiro tempo. 

Já no segundo tempo, com dois minutos, o Atlético-PR saiu em contra-ataque rápido e Marcinho arrematou de fora da área com força, mas a redonda saiu em linha de fundo. Com oito minutos, os donos da casa conseguiram chegar ao empate. Depois de cruzamento mal tirado, Marcinho arremata de dentro da área, de primeira, e iguala o embate. Quatro minutos depois, Lucho González empurrou para o fundo das redes depois de desvio do Rony. 

Com 17 minutos, cruzamento na área viu Bergson desviar sem querer e quase fazer gol contra, empatando para o Alvinegro. Com 24 minutos, Bergson recebeu na meia-lua e arrematou, mas a bola saiu em linha de fundo por cima do gol. Ainda na tentativa do Alvinegro de conseguir empatar, Felipe Azevedo apareceu na entrada da área e arrematou, mas para fora. 

Com 30 minutos, Wescley roubou a bola na saída do Furacão e o zagueiro puxou o atleta, que sairia de frente com o goleiro. Pênalti marcado. Na cobrança, Richardson bateu e o goleiro Felipe Alves fez a defesa. Com 37 minutos, Wescley empatou o jogo para o Ceará depois de cruzamento mal tirado da zaga. Aos 41, Arthur chegou pela esquerda e chutou de esquerda para fora. Ao final do jogo, Richardson apareceu de cara com o arqueiro, mas não acertou ao gol.

O Povo / GERSON BARBOSA
Foto: Geraldo Bubniak/AGB

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More