RASTREADORES DE MOTOS POR APENAS 10 X R$ 65,00 - FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272/(88) 9 9299.9212

MAURÍCIO VASCONCELOS - CORRETOR DE IMÓVEIS (88) 99208.8406

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Chuva causa estragos e prejuízos em Santana do Acaraú

A chuva derrubou paredes, inundou casas, alagou ruas e deixou os moradores em estado de alerta, uma comunidade rural permanece sem energia elétrica.
Uma chuva de 45 minutos e 68,8 mm com fortes rajadas de ventos, relâmpagos e trovões, deixou os moradores de Santana do Acaraú em estado de alerta na tarde desta quarta-feira (5), houve destruição de obras, alagamentos de vias públicas, inundação e destelhamento de residências. Os prejuízos ainda não foram calculados.
Somente em uma rua no bairro Pedregal, pelo menos dez casas foram inundadas, a agricultora Ana Lourdes Braz conta o sofrimento que passou para tentar salvar seus moveis e eletrodomésticos, “a água entrou dentro de casa de repente, tive que colocar todos os objetos e móveis em cima da cama, estou com muita dor na coluna de tanto peso que levantei sozinha”, disse a agricultora, que pede providências junto ao poder público para resolver os problemas de escoamento das águas, alguns moradores já construíram pequenas muretas na porta de casa para evitar novas inundações.
No bairro Padre Ibiapina o estrago foi ainda maior, uma obra que estava em construção foi destruída, as duas paredes laterais foram ao chão, segundo um dos pedreiros que estava na obra, escaparam da morte, pois decidiram abandonar o local antes do desabamento, “logo que o vento começou decidimos sair de dentro da obra, só deu tempo chegar do outro lado da calçada, houve um forte redemoinho, derrubou duas carnaubeiras e logo em seguida as duas paredes caíram, dei graças a Deus ter escapado”, relata o pedreiro.

No bairro Gerardo Arcanjo a dona de casa Lucia Coelho teve parte do telhado da cozinha destruído, além da queda de uma parede que o marido havia levantado no mesmo dia, “ouvimos um barulho da queda da parede e em seguida, caiu a antena parabólica e parte do meu telhado desabou, minha casa encheu de água e por pouco meu genro não foi atingido pelos destroços”, disse a dona de casa.

Fonte: Tribuna dos Vales

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More