ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

Instale agora mesmo um Sistema de Rastreamento da Sobral RASTREADORES. (88) 999757272 / 992999212

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

DF: homem é condenado por matar vítima enforcada com coleira de cachorro

Assassinato ocorreu durante uma festa. Homem asfixiado teria, supostamente, espiado uma adolescente usando o banheiro.
O Tribunal do Júri de Águas Claras condenou Alan David Cândido Menezes à pena de 24 anos e 9 meses de prisão, em regime fechado, por ter matado um homem asfixiado com uma coleira de cachorro e pela corrupção de três menores.

Consta nos autos que, na madrugada do dia 15 de janeiro de 2017, Alan e mais três adolescentes estavam na casa de Michael da Silva Cortez, em Vicente Pires, e consumiam bebidas alcoólicas. Durante a festa, uma das adolescentes acusou a vítima de tê-la espiado utilizando o banheiro.

Houve um desentendimento envolvendo Alan, os três menores de idade e Michael. Os agressores utilizaram garrafas de vidro, facas, barras de ferro, utensílios domésticos e eletrodomésticos para atacar a vítima, bem como chutes, que causaram inúmeras lesões corporais.

Por fim, Alan e os adolescentes enforcaram Michael com uma coleira de cachorro, que amarraram no pescoço do rapaz e penduraram em uma janela, causando morte por asfixia.

Alan foi condenado pela prática de homicídio triplamente qualificado – por motivo fútil, praticado com emprego de meio cruel e com uso de recurso que dificultou a defesa da vítima – e, ainda, por corrupção de menores. 

Via Metrópoles c/ informações do TJDFT

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More