CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...

domingo, 8 de maio de 2016

TRAGÉDIA: Assaltante em fuga causa acidente grave e mata 3 mulheres na BR-116

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as vítimas estavam saindo de um encontro religioso.

Uma perseguição policial terminou com a morte de três mulheres após acidente de carro causado por um assaltante, na noite de sábado (7). Viaturas da Polícia Militar (PM) perseguiam uma Hilux roubada no Bairro Parangaba. Eles percorreram da Avenida Alberto Craveiro até o km 6 da BR-116, onde o carro roubado colidiu com outros dois veículos. Equipes do Serviço de Atendimento Movél de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros ainda tentaram reanimar as vítimas. 
Filha Raphaella (18) e mãe Lais (54) estão entre as vítimas do acidente 
Condutor do carro roubado sofreu apenas escoriações ( Foto: João Neto )
Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo roubado seguia no sentido Fortaleza/interior, quando atingiu outro automóvel, um Polo, onde estavam as vítimas. Em seguida, colidiu com uma Parati, causando apenas escoriações no condutor.

Entre as mulheres identificadas, estavam Raphaella Vieira, 18, e Lais de Sousa Nobre, 54, que eram mãe e filha. A terceira vítima, segundo informações, era vizinha de Lais, e chamava Maria de Fátima Pereira, 62. Segundo os policiais militares, elas estavam saindo de um encontro religioso. O enterro da mãe e da filha acontecem no cemitério Jardim Metropolitano, neste domingo (8), às 16h30. Equipes da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) estiverem no local por volta de 23h para realizar a retirada dos corpos da via.

Assaltante sofre apenas escoriações

O homem que roubou o veículo, Aberlado de Freitas Guedes Neto, 24, foi capturado pela PM. Ele sofreu apenas uma escoriação na testa e foi levado para o 30º Distrito Policial (DP). A PRF informou que o homem não tinha passagem pela Polícia. A rodovia foi desobstruída por volta de 00h30, quando foram retirados os veículos para o pátio da unidade policial. 

De acordo com o Delegado de Plantão do 30º DP, Tharcio Facó, em depoimento, Abelardo informou que o nome do comparsa é Breno e disse que foi convidado por ele para fazer parte do roubo. Até o momento, a polícia não tem pistas do paradeiro ou descrição do segundo homem que participou do crime.

Abelardo está sendo acusado de roubo qualificado e também por triplo homicídio doloso, sem direito à fiança. Por enquanto, ele aguarda a conclusão do inquerito no 6º DP, que deve ocorrer ainda nesta semana. Posteriormente, com uma demora de, em média, 10 dias, acontecerá a audiência de custódia que informará para qual casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL) ele irá.

Fonte: Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More