SIGA-NOS NO INSTAGRAM

terça-feira, 20 de fevereiro de 2024

SOBRAL-CE: POLICIAL CIVIL É ENCONTRADO MORTO NO BAIRRO MORADA DOS VENTOS I

Um policial civil foi encontrado morto na tarde desta terça-feira (20), em um matagal nos arredores do Bairro Morada dos Ventos I.
A vítima foi o inspetor da polícia civil, Carlos Roberto Araújo da Silva, “Da Silva”, que atuava na delegacia regional de Sobral.

De acordo com as informações preliminares, a vítima apresentava um tiro na cabeça, no local estavam vários colegas de profissão, que deram início as investigações.

Uma equipe da Pefoce foi acionada para o local, onde os trabalhos periciais foram realizados e o corpo foi levado para o IML para exame de necropsia.

O inspetor deixa esposa e três filhos.

Com informações de Olivando Alves

Câmara já tem 113 deputados pedindo impeachment de Lula

Número de adesões avança, em repúdio à fala antissemita do presidente que comparou Israel em Gaza a Hitler no Holocausto a judeus.

Para autorizar o processo do julgamento político de impeachment presidencial, é necessário o apoio de, pelo menos, 342 deputados. Mas a principal adesão a ser alcançada é do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), a quem cabe decidir se dá ou não andamento ao processo pleiteado via requerimento. O que ainda é considerado improvável, pelo perfil do parlamentar alagoano, que resistiu a diversos pedidos de impeachment durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Veja a lista dos signatários, divulgada por Nikolas Ferreira:

Carla Zambelli (PL-SP)
Julia Zanatta (PL-RS)
Delegado Caveira (PL-PA)
Mario Frias (PL-SP)
Coronel Meira (PL-PE)
Maurício Marcon (Podemos-RS)
Paulo Bilynskyj (PL-SP)
Sargento Fahur (PSD-PA)
Delegado Fabio Costa (PP-AL)
Carlos Jordy (PL-RJ)
Gustavo Gayer (PL-GO)
Sargento Gonçalves (PL-RN)
Kim Kataguiri (União-SP)
Bia Kicis (PL-DF)
General Girão (PL-RN)
Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PL-SP)
Nikolas Ferreira (PL-MG)
Alfredo Gaspar (União-AL)
Rosangela Moro (União-SP)
Gilvan da Federal (PL-ES)
Carol de Toni (PL-SC)
Amália Barros (PL-MT)
Domingos Sávio (PL-MG)
Delegado Ramagem (PL-RJ)
Nicoletti (União-RR)
Messias Donato (Rep-ES)
André Fernandes (PL-CE)
Marcelo Álvaro Antônio ( PL-MG)
Eros Biondini (PL-MG)
Junio Amaral (PL-MG)
Coronel Telhada (PP-SP)
Marcel Van Hattem (Novo-RS)
José Medeiros (PL-MT)
Zucco (PL-RS)
Daniel Freitas (PL-SC)
Zé Trovão (PL-SC)
Daniela Reinehr (PL-SC)
Capitão Alden (PL-BA)
Filipe Martins (PL-TO)
Bibo Nunes (PL-RS)
Adriana Ventura (Novo- SP)
Gilberto Silva (PL-PB)
Coronel Chrisóstomo (PL-RO)
Sanderson (PL-RS)
Giovani Cherini (PL-RS)
Felipe Barros ( PL-PR)
Cristiane Lopes (União-RO)
Capitão Augusto (PL-SP)
Gilson Marques (Novo-SC)
Coronel Fernanda (PL-MT)
Eduardo Bolsonaro (PL-SP)
Any Ortiz (Cidadania-RS)
Marco Feliciano (PL-SP)
Adilson Barroso (PL-SP)
Chris Tonietto (PL-RJ)
Silvio Antonio (PL-MA)
Ricardo Salles (PL-SP)
Silvia Waiãpi (PL-AP)
Abilio Brunini (PL-MT)
Marcio Alvino (PL-SP)
Jefferson Campos (PL-SP)
Rodrigo Valadares (União-SE)
Marcelo Moraes (PL-RS)
Delegado Éder Mauro (PL-PA)
Rodolfo Nogueira (PL-MS)
Dr. Frederico (PRD-MG)
Clarissa Tercio (PP-PE)
Evair Vieira de Melo (PP-ES)
Eli Borges (PL-TO)
Coronel Assis (União-MT)
Luiz Lima (PL-RJ)
Coronel Ulysses (União–AC)
Dr. Jaziel (PL-CE)
Capitão Alberto Neto (PL-AM)
Mariana Carvalho (Republicanos-TO)
Roberto Duarte (Republicanos-AC)
Marcos Pollon (PL-MS)
Magda Mofatto (PRD-GO)
Dayani Bittencourt (União-CE)
Mauricio Souza (PL-MG)
Fernando Rodolfo (PL-PE),
Roberta Roma (PL-BA)
Alberto Fraga (PL-DF)
Reinhold Stephanes Jr (PSD-PR)
Lincoln Portela (PL-MG)
Miguel Lombardi (PL-SP)
Dr. Zacharias Calil (União-GO)
Professor Alcides (PL-GO)
Rosana Valle (PL-SP)
Helio Lopes (PL-RJ)
Pedro Lupion (PP-PR)
Pastor Eurico (PL-PE)
Delegado Palumbo (MDB-SP)
Zé Vitor (PL-MG)
Lucas Redecker (PSDB-RS)
Dr. Fernando Maximo (União-RO)
Thiago Flores (MDB-RO)
Dr. Luiz Ovando (PP-MS)
Roberto Monteiro (PL-RJ)
General Pazuello (PL-RJ)
Luciano Galego (PL-MA)
Afonso Hamm (PP-RS)
Osmar Terra (MDB-RS)
Covatti Filho (PP-RS)
Pedro Westphalen (PP-RS)
Geovania de Sá (PSDB-SC)
Nelsinho Padovani (União-PR)
André Ferreira (PL-PE)
Gerlen Diniz (PP-AC)
Ana Paula Leão (PP-MG)
Dilceu Sperafico (PP-PR)
Vermelho Maria (PL-PR)
Franciane Bayer (Rep-RS)

Fonte: Diário do Poder

Árvore cai, atinge carro e deixa seis feridos no Ceará

Uma árvore caiu e deixou seis pessoas feridas na manhã desta terça-feira (20) em Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza. A árvore atingiu um carro com passageiros e pessoas que esperavam um ônibus nas proximidades.

O incidente ocorreu na rua Cônego Eduardo Pereira, em frente ao Estádio Municipal de Pacajus. Imagens do acidente mostram que o impacto destruiu a parte superior e dianteira do carro, assim como o painel. Com o choque, a parada de ônibus caiu e uma banquinha de lanches que estava no local foi destruída.

Conforme informações do Corpo de Bombeiros, o veículo atingido pela árvore é de um motorista de aplicativo. Dentro do carro estavam três pessoas. As outras três pessoas feridas estavam na calçada, esperando um ônibus, quando foram atingidas pela árvore.
As seis vítimas foram socorridos para o hospital municipal de Pacajus. Entre elas, há pessoas com fraturas no braço, na perna, dores na região lombar, e suspeita de traumatismo craniano. Das seis vítimas, cinco foram encaminhadas para o hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, e uma foi levada a um hospital particular.

Após o resgate dos feridos, uma equipe do Corpo de Bombeiros e de servidores municipais de Pacajus começou o trabalho para podar os galhos e desobstruir a via.

Segundo os bombeiros, a árvore que caiu era centenária. "A árvore, aparentemente, era saudável. Só que a copa dela era muito grande, muito grande mesmo, e as raízes, cobertas pela terra, não deixavam mostrar que ela estava em deterioração por dentro. A raiz não aguentou a sustentação da árvore", avaliou o subtentente dos bombeiros Kleber da Silva.

G1 Ceará

Bica do Ipu volta a jorrar após 5 meses sem queda d’água

A Bica do Ipu voltou a encantar os moradores e visitantes com seu jorro revitalizado após as recentes precipitações de Carnaval, no sábado (10). Mesmo diante do indicativo de chuvas abaixo da média no Ceará, a água que caiu do céu até o momento foi suficiente para reativar essa cena tão esperada. Além do espetáculo natural, o local recebeu uma obra artística representando Iracema, personagem imortalizada na literatura e que, segundo a história, banhava-se nas águas cristalinas da Bica.

A última vez que as águas fluíram da Bica foi há aproximadamente 5 meses, em setembro, período caracterizado pelo calor intenso e baixa precipitação, comumente conhecido como BRO-BRÓ (setembro, outubro e novembro). No entanto, no último dia 10, uma chuva de 44 milímetros reverteu essa situação, trazendo vida de volta ao local.

Silvio Andrade, secretário de Desenvolvimento Econômico de Ipu, compartilhou sua visão sobre o retorno do espetáculo natural, destacando a importância cultural e sentimental que a Bica do Ipu representa para a comunidade. Ele explicou que o período de maior atividade da Bica é de janeiro a julho, começando a diminuir em agosto nos anos de quadra chuvosa fraca.

"Quando a Bica volta a jorrar após 3 ou 4 meses de ausência, é uma sensação de felicidade geral porque ela é um verdadeiro ícone para nós. Temos uma relação afetiva e cultural com esse lugar", resumiu o secretário.

A Voz de Santa Quiteria

SOLIDARIEDADE : Cantora com câncer terminal viraliza com música feita para ajudar filho

Aos 31 anos, a cantora Cat Janice anunciou em sua página do TikTok que acredita que vai perder sua batalha contra o câncer, doença que enfrenta há dois anos. Por isso, ela decidiu gravar sua última música e registrá-la em nome do seu filho, Loren, de apenas sete anos. A musicista usou sua página do TikTok para pedir que os fãs ouvissem a música, como sendo seu último desejo. Os internautas a ouviram e sua ‘Dance you outta my head’ viralizou.

A ideia de Cat Janice era deixar uma quantia em dinheiro para seu filho. O desejo foi atendido e a música alcançou o primeiro lugar no Top 50 da TikTok Billboard. Na categoria Dance/Eletrônica, o hit alcançou a 11ª posição geral no ranking logo na estreia. No YouTube, o vídeo já registra 1,4 milhão de visualizações.

A cantora lançou a canção no dia 28 de janeiro. Agora, ela comemora o resultado positivo do trabalho e o carinho dos fãs. "Eu estou chocada por estar na parada da Billboard, assim como 11ª colocada em vendas digitais. Vocês todos fizeram isso. Vocês fizeram meu sonho se tornar realidade. Exatamente quando eu mais precisei. Vocês me amaram de volta, me deram mais um momento de vida. O que quer que seja que Deus trará no meu caminho, eu sei que sou amada", disse a artista, no Instagram.

Em entrevista ao site Today.com, Janice disse estar impressionada com tudo de bom que está recebendo da internet. "Eu realmente não esperava estar aqui. Eu realmente acredito que é um milagre poder testemunhar isso. Estou muito feliz por estar aqui”, afirmou.

Ela ainda relatou que em novembro de 2021 sentiu um caroço no pescoço. A cantora tinha acabado de se curar da COVID-19 e, por isso, pensou que o inchaço nas glândulas linfáticas tivessem algo relacionado à doença.

Mas, em março de 2022, ela entendeu que se tratava de um problema maior. “Eu estava estudando para uma prova e quando estou ansiosa eu meio que esfrego meu pescoço... e percebi que o caroço ainda estava lá”, lembrou.

Janice disse que não sentiu dor ao tentar mexer no caroço, mas percebeu que ele era maior e mais duro do que tinha observado pela primeira vez. A musicista ainda acrescentou que não apresentava outros sintomas e seus exames de sangue estavam dentro do esperado. “Acontece mais tarde que o tumor estava na verdade no meu músculo escaleno. Resumindo a história, acabei com um tumor raro, estranho e realmente aleatório... eu nunca teria notado se não tivesse esfregado ansiosamente meu pescoço", resumiu.

Esse tipo de câncer se desenvolve nos ossos ou tecidos moles, como cartilagens, tendões e nervos.“(Os médicos disseram) que não era um prognóstico muito bom, mas que fariam o melhor que pudessem”, disse Janice.

A mãe passou por radioterapia e quimioterapia e removeu o caroço no pescoço, mas em maio de 2023 o câncer voltou aos pulmões. “(Meu filho) era tão jovem quando fui diagnosticado pela primeira vez, então não conversamos sobre isso. Ele está um pouco mais velho agora e consegue entender mais, mas sempre foi: 'Mamãe está doente, mas está lutando e trabalhando para vencer isso'. Agora, ele entende que a mamãe está muito doente e potencialmente não sobreviverá", descreveu.

Pouco tempo depois da descoberta ela contou aos seus seguidores. “Não sei a minha linha do tempo. Os tumores triplicaram basicamente da noite para o dia”, diz a legenda de um de seus vídeos.

Sobre sua última música, Janice a descreveu que é como “se sentir, você está no auge do seu humor. Você está na cidade e talvez haja ... alguém que tenha uma queda, mas você não está pensando nisso esta noite porque esta noite é sobre você", apontou. Ela explicou em um vídeo do TikTok que mudou todos os direitos de suas músicas para seu filho. “Posso não estar aqui, mas meu filho estará”, justificou.

Estado de Minas

Aprovação em Massa no concurso do Banco do Nordeste!

Nossas aulas acontecem regularmente de Terça a Quinta-feira no Colégio Coração de Jesus.

Não fique de fora! Nossa Equipe otimiza sua aprovação! Bora Passar! São mais de 700 vagas.

Mensalidade de 255,00 reais com material incluso.

Lhe atendemos pelo WhatsApp: 88 99987 8081.

Facção carioca é suspeita de ameaçar moradores e cometer crimes contra policiais no Pirambu

Nove pessoas foram presas nesta terça-feira (20) em uma tentativa da Polícia de desarticular o grupo criminoso.
Uma organização criminosa de origem carioca é investigada pela Polícia Civil do Ceará por suspeita de ameaçar moradores e cometer crimes violentos contra agentes de segurança no bairro Pirambu, em Fortaleza.

Na tentativa de desarticular o grupo, a Polícia prendeu, na manhã desta terça-feira (20), um homem de 27 anos, suspeito de ser o "braço direito" do chefe da facção. Com ele, outros cinco suspeitos também foram capturados, dois deles em flagrante, por posse de drogas. Os detidos não tiveram as identidades reveladas. Além disso, foram cumpridos mandados de prisão contra outros três suspeitos de integrar o mesmo grupo criminoso. Estes, porém, já cumprem pena em unidades prisionais do Ceará.

"O objetivo principal dessa operação é atacar a espinha dorsal desse grupo criminoso carioca com atuação violenta na região do Grande Pirambu. Inclusive, que tem participação nas investigações dos últimos episódios violentos ocorridos naquela localidade. A investigação buscou mapear integrantes desse conglomerado criminoso, pessoas com histórico, antecedentes por crimes graves", explicou o delegado Alisson Gomes, titular da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

De acordo com o delegado, a Polícia trabalha no intuito de "tirar de circulação" pessoas que, direta ou indiretamente, possuem envolvimento com os crimes que têm ocorrido no Pirambu, "de modo a desarticulá-los, desorganizá-los", e "promover paz na região".

Contudo, detalhes sobre as ocorrências específicas envolvendo policiais ainda estão em andamento e são tocadas por outras delegacias. "As prisões de hoje vão nos permitir não só tirar de circulação integrantes desse grupo criminoso como produzir conhecimento para futuras operações [policiais]", continuou Alisson Gomes.


APREENSÃO DE DROGAS

Duas pessoas foram presas nesta terça pela posse de 4,8 quilos de droga, entre maconha e skunk. Um dos suspeitos que estavam com as substâncias tinha um mandado de prisão em seu desfavor. No entanto, ele foi encontrado na companhia de outras duas pessoas que o auxiliavam na logística do tráfico, que também foram capturadas.

A Polícia não sabe ainda quem seria o fornecedor dos entorpecentes nem para onde eles seriam repassados.


"BRAÇO DIREITO"

Segundo o titular da Draco, o investigado suspeito de ser o "braço direito" do chefe da organização criminosa carioca "tinha contato direto com a cúpula" da facção. "De lá, ele trazia ordens para a execução dos mais diversos crimes na região do Pirambu, desde crimes de tráfico de drogas até crimes violentos", afirmou.

Fonte: Diário do Nordeste
Foto: Messias Borges/SVM

Balanço da Operação Verão Na Baixada Santista: 28 mortes em confrontos com a polícia

A Operação Verão na Baixada Santista, litoral de São Paulo, já contabiliza 28 mortes de suspeitos em confrontos com policiais, igualando o número registrado na Operação Escudo, realizada na região em 2023.

Conforme comunicado da Secretaria de Segurança Pública do Governo de São Paulo (SSP-SP), um foragido da polícia foi morto após entrar em confronto com policiais militares. O suspeito, segundo a PM-SP, estava armado.

“Durante patrulhamento na região, os policiais avistaram o suspeito carregando uma mochila. Ao ser abordado, sacou uma arma e entrou em luta corporal com os policiais, que reagiram e o atingiram. Ele foi socorrido ao pronto-socorro, mas não resistiu”, afirma a nota da secretaria de segurança.

Após a morte do soldado Samuel Wesley Cosmo, da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), em 2 de janeiro, o governo de São Paulo lançou uma nova fase da Operação Escudo, agora intitulada “Verão”.

O gabinete de Segurança Pública, que estava sediado em Santos, foi desativado na segunda-feira (19), após 13 dias de operação.

Segundo dados da SSP-SP, mais de 681 pessoas foram presas até o momento, sendo 254 delas procuradas pela Justiça por diversos crimes. Além disso, foram apreendidas quase meia tonelada de drogas, e 79 armas ilegais foram retiradas das ruas.

(Gazeta Brasil)

Empresa fundada por vereador petista pagava R$ 70 mil ao PCC

Um inquérito da Polícia Civil de São Paulo identificou a existência de pagamentos semanais de R$ 70 mil à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) realizados pela empresa de ônibus Transunião, que tem como um de seus fundadores o vereador Senival Moura (PT), da Câmara Municipal da capital paulista. A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de São Paulo.

De acordo com a reportagem do Estadão, a Transunião é uma das três empresas de ônibus da cidade de São Paulo cujos diretores ou acionistas são investigados atualmente por crimes que a polícia liga ao PCC. A apuração começou com um inquérito sobre a morte de Adauto Soares Jorge, ex-diretor da empresa que foi assassinado a tiros em março de 2020. Na apuração sobre o crime, Senival Moura foi um dos investigados. O parlamentar, porém, diz ser inocente.

– Operamos com a Transunião até o dia 4 de fevereiro de 2020. No dia 5 teria uma assembleia da empresa, e eu e o Adauto Soares Jorge fomos recomendados a não participar. Quando recebi isso, achei melhor ir embora – disse o vereador em um discurso na Câmara em junho de 2022.

LIGAÇÃO COM O PCC

A influência da facção nas operações da empresa de ônibus teria começado, segundo a polícia, no início dos anos 2000, quando Senival Moura teria recebido recursos dos “notórios criminosos” Ricardo Pereira dos Santos, o Cunta, e Alexandre Ferreira Viana, o Alexandre Gordo, para sua campanha eleitoral em 2004, ano em que o político concorreu pela primeira vez a vereador.

Foi a partir disso, segundo a polícia, que o PCC passou a ocupar grande parte das cotas e ações da Transunião, o que fez Senival e Adauto terem “que prestar contas à criminalidade organizada”. De acordo com um relatório policial sobre a morte de Adauto, a facção possuía até um responsável pela interlocução e defesa de seus interesses dentro da empresa de ônibus.

– Tal preposto [representante do PCC] foi identificado como Leonel Moreira Martins, notório ladrão de bancos, o qual, como se depreende da análise das mensagens encontradas no aparelho celular da vítima [Adauto], interagia quase que semanalmente com esta, para resolver problemas envolvendo a empresa e os interesses de membros do PCC – destaca o documento.

Com base em conversas que constavam do aparelho celular de Adauto, a polícia descobriu que o ex-diretor da companhia teria falado com Leonel sobre os repasses da empresa ao PCC, que segundo Adauto estariam limitados a R$ 70 mil por semana. O representante da facção, porém, teria argumentado que a companhia tinha uma dívida diretamente com ele.

Com a alegação de supostos desvios de verbas da empresa, a facção então obteve, em fevereiro de 2020, o afastamento do aliado do vereador Senival Moura da presidência da Transunião, por meio da destituição de Adauto do cargo.

– A mando da referida facção criminosa e por intermédio de Leonel, a presidência da empresa Transunião é passada para um de seus integrantes, Lourival de França Monário, o qual fica incumbido de dar prioridade aos interesses espúrios daquela, em detrimento dos demais cooperados – destacou a polícia.

Na sequência, o PCC teria determinado a nomeação de Jair Ramos de Freitas, o Cachorrão, como diretor da empresa. Seria Jair, de acordo com a polícia, o responsável pela morte de Adauto, que teria sido assassinado pela facção em uma vingança. Senival, por sua vez, também teria sido jurado de morte, mas só não morreu porque teria concordado em entregar 13 ônibus ao PCC e deixar a direção da empresa.

O OUTRO LADO

Segundo o Estadão, a empresa de ônibus não se pronunciou sobre o caso. Já o advogado do vereador, Márcio Sayeg, disse que as acusações contra seu cliente não teriam fundamento.

– Pediram perícia contábil, quebraram o sigilo e não encontraram nada. Tanto é que ele nem sequer foi indicado no inquérito. Ali é uma cooperativa, não dá para investigar um a um, controlar o que cada um faz – afirmou o advogado.

O advogado Anderson Minichilo, que defende Cachorrão, disse que seu cliente é inocente e não foi reconhecido pelas testemunhas.

– Pedimos a liberdade dele, alegando que o laudo das imagens da perícia era inconclusivo. A acusação da polícia não tinha base sólida para mantê-lo preso – declarou.

Sobre a atuação da empresa, a Prefeitura de São Paulo afirmou, por meio de nota, que “acompanha e colabora” com a polícia “em tudo que é solicitado” e disse ser de seu “total interesse que todos os esclarecimentos legais sejam feitos perante as autoridades policiais e à Justiça”.

(Pleno News)

Cantora de forró morre afogada com o marido em Jardim/CE

A cantora de forró Marcinha Sousa, de 27 anos, e o marido, conhecido como Ivan da Van, de 46 anos, morreram afogados quando tentavam atravessar a ponte sobre o rio no município de Jardim, no interior do Ceará. O carro em que o casal estava foi arrastado pela água. Os corpos foram encontrados nesta segunda-feira (19).

A cantora e o marido estavam desaparecido desde o último domingo (18). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o casal foi encontrado a 100 metros de distância da ponte. Segundo o G1, o casal tentou atravessar a ponte quando o município cearense foi atingido por uma forte chuva, que chegou a atingir 110 milímetros.

Marcinha era cantora de forró e piseiro. Nas redes sociais, ela somava mais de 500 mil seguidores. Em seu perfil no Instagram eram publicados frequentemente vídeos de suas performances. Fãs e amigos da cantora lamentaram a morte do casal.

– Descanse em paz, amiga – escreveu o também cantor de piseiro Breno Alves.

– Tão nova e uma carreira linda pela frente, que Deus te dê um bom lugar – disse uma seguidora.

– Que Deus receba você e seu esposo de braços abertos e que conforte os corações dos famílias. Que notícia triste – publicou outra.

– Que momento difícil de acreditar! Acabei de receber a notícia que esse casal tão querido se foi! Meu amigo, meu parceiro Ivan da Van e sua esposa e cantora Marcinha Sousa! Que Deus os receba de braços abertos e que Ele conforte os nossos corações e de toda a família e fãs! Descansem em paz – declarou o apresentador do programa Festa Popular, Nerivan Silva.

(Pleno News)

Moraes mantém data de depoimento de Bolsonaro à PF

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, concedeu à defesa de Jair Bolsonaro o acesso aos autos da investigação sobre a suposta tentativa de golpe de Estado, e determinou a manutenção do depoimento do ex-presidente à PF para esta quinta-feira, 22 de fevereiro.

A informação é do Globo.

O despacho de Moraes, desta segunda, 19, atende a pedido dos advogados de Bolsonaro, que afirmavam que seu cliente optava por “não prestar depoimento ou fornecer declarações adicionais até que seja garantido o acesso à integralidade das mídias dos aparelhos celulares apreendidos, sem abrir mão, por óbvio, de ser ouvido em momento posterior e oportuno”.

“Informe-se a Polícia Federal que inexiste qualquer óbice para a manutenção da data agendada para o interrogatório, uma vez que aos advogados do investigado foi deferido integral acesso aos autos”, escreveu o ministro em sua decisão.


Bolsonaro intimado

A Polícia Federal intimou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) para prestar depoimento no âmbito de uma investigação que apura possíveis tramas golpistas envolvendo membros do governo e militares. Segundo informações, está previsto que o depoimento ocorra na próxima quinta-feira, 22.

A confirmação foi feita pelo advogado Fabio Wajngarten em sua conta no X, antigo Twitter.


A reunião com militares e ministros

A Polícia Federal encontrou uma gravação de uma reunião realizada em julho de 2022, na qual Bolsonaro convoca seus ministros para discutir estratégias a fim de evitar uma possível derrota nas eleições. Na ocasião, o ex-presidente menciona a necessidade de acionar um “plano B”.

Durante essa mesma reunião, o general Augusto Heleno, então chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), sugere que medidas drásticas deveriam ser tomadas antes mesmo do resultado das eleições.

No gabinete de Bolsonaro, na sede do PL, a PF também encontrou um documento com suposto conteúdo golpista, que mencionava a possibilidade de decretar estado de sítio e impor a garantia da lei e da ordem no país.

Por outro lado, aliados do ex-presidente argumentam que ele nunca deixou claro que apoiava um golpe.

Logo após a operação da Polícia Federal, a defesa de Jair Bolsonaro afirmou que ele nunca compactuou com qualquer movimento que visasse minar o Estado Democrático de Direito ou suas instituições.


Defesa de Bolsonaro questiona Moraes “vítima e julgador”

A defesa de Bolsonaro (PL) solicitou na semana passada o afastamento do ministro Alexandre de Moraes, (STF), das investigações sobre o envolvimento do ex-presidente em um plano de golpe de Estado.

A petição foi encaminhada ao presidente da Corte, Luís Roberto Barroso.

“Diante do manifesto impedimento para a realização de qualquer ato processual no presente feito pelo seu nítido interesse na causa”, diz a defesa de Bolsonaro.

(Agora Notícias Brasil)

Núcleos de Mediação Comunitária do MPCE solucionam 85% dos conflitos mediados em 2023

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) divulgou, nesta sexta-feira (16/02), o Relatório Anual do Programa Núcleos de Mediação Comunitária (Pronumec) referente ao ano de 2023. O documento apresenta os dados gerais do programa e de cada um dos 13 núcleos existentes na capital e no interior. O Pronumec destaca que, a partir dos resultados, se percebe a disposição da sociedade ao diálogo e à solução de conflitos de forma pedagógica e pacífica. Os mediadores comunitários, que são moradores das próprias localidades, desempenham um papel central na construção da justiça.

No ano passado, os núcleos realizaram o total de 16.751 atendimentos à população, incluindo sessões de mediação, orientações e encaminhamentos ao órgão competente nos casos não mediados. Em relação aos procedimentos mediados, dos 2.793 totais, foram alcançados 2.381 (85,25%) acordos por meio do diálogo. Dentre os conflitos mais recorrentes estão conflitos familiares (25,01%), questões relacionadas a dívidas (17,33%) e pensão alimentícia (17,12%).

O relatório traz ainda o detalhamento das atividades realizadas pelo Pronumec, a exemplo dos cursos de mediação, estruturação dos antigos e novos Núcleos, mediações itinerantes e capacitações. Segundo o documento, o foco em soluções práticas, autonomia das partes, acesso à Justiça, enfoque na colaboração, proximidade e compreensão da comunidade são os pilares responsáveis pelos resultados obtidos.

Núcleos de mediação

Em 17 anos de existência, o Pronumec dispõe de 13 Núcleos de Mediação Comunitária, distribuídos em Fortaleza (Parangaba, Pirambu, Bom Jardim, Antônio Bezerra, José Walter e Central), Caucaia (Jurema e Fatene), Pacatuba, Maracanaú, Sobral e Forquilha, além de um Núcleo de Mediação Itinerante, que funciona em um ônibus adaptado. Já o corpo de mediadores voluntários é composto por 130 pessoas.

Como funciona

Quando uma das partes interessadas comparece a um Núcleo de Mediação do MPCE, é realizado o acolhimento em que o mediador identificará se o conflito é ou não aplicável ao serviço. Em caso positivo, é aberto um procedimento de mediação e realizada a pré-mediação, que poderá ou não resultar em sessões de mediação, uma vez que as partes podem desistir de participar.

Em cada unidade, os atendimentos são desempenhados por voluntários da comunidade, capacitados pelo MP Estadual para realizarem a função. Esse protagonismo transforma comunidades fragmentadas em espaços abertos ao diálogo, à autodeterminação e à solidariedade.

Vereador é denunciado por mandar matar homem por vingança no Ceará

O vereador da cidade de Choró, no interior do Ceará, foi denunciado nesta terça-feira (20) suspeito de mandar matar um homem por vingança na cidade de Quixadá. A vítima foi assassinada em 29 de janeiro. Ela era monitorada e foi morta a tiros em um posto de combustível.

Também foram denunciadas por envolvimento no crime as duas pessoas apontadas como autores dos tiros.

Segundo a denúncia, o crime foi motivado por vingança, "porque a vítima é suspeita de ter assassinado o irmão do vereador" afirma o Ministério Público. "Os envolvidos surpreenderam a vítima no momento em que ela, embriagada, encontrava-se sozinha numa loja de conveniência daquele posto, para, então, atacá-la por trás, efetuando diversos tiros", afirma o órgão.

A vítima tinha 36 anos. Horas depois, o vereador e mais três suspeitos (dois homens e um adolescente) foram capturados. Duas pistolas e 23 munições foram apreendidas com o grupo. O g1 tentou localizar a defesa do vereador, mas não conseguiu até a última atualização desta reportagem.

Além do vereador, um dos homens identificados tem antecedentes criminais por roubo a pessoa e tráfico de drogas, e o outro, possui passagens por porte ilegal de arma de fogo.

Os suspeitos foram conduzidos para a Delegacia Regional de Quixadá. A Secretaria informou que imagens de videomonitoramento ajudaram a equipe policial a identificar que o carro usado no homicídio era o mesmo do grupo apreendido.

(G1/CE)

Atitudes de Lula em questões internacionais prejudicam Brasil na política externa, dizem especialistas

Presidente brasileiro se tornou 'persona non grata' para Israel após comparar ações de defesa israelense ao nazismo.
Os gestos e as atitudes do presidente Luiz Inácio Lula da Silva têm prejudicado o Brasil na área da política externa, avaliam especialistas consultados pelo R7. Os exemplos citados são as declarações sobre as ações de defesa de Israel, que o considerou "persona non grata", do conflito entre Rússia e Ucrânia e a tentativa de relativizar o regime ditatorial de Nicolás Maduro na Venezuela.

Desde o início do conflito entre Israel e o grupo terrorista Hamas, Lula tem buscado o papel de conciliador, visando um cessar-fogo permanente na região. A mesma atitude tem sido tomada em relação à guerra da Rússia na Ucrânia. Nas principais ocasiões, o petista enviou o assessor especial para assuntos internacionais, Celso Amorim, para se reunir com membros de ambos os governos na tentativa de se buscar uma solução.

Lula registrou diversas dificuldades para colocar em prática seu plano de o Brasil ser protagonista e pacificador nas questões internacionais voltadas para a área da segurança. O líder brasileiro criticou os Estados Unidos, por supostamente alimentar a guerra na Ucrânia, e recebeu uma repreenda da Casa Branca, que afirmou que o Brasil estava "papagueando" o discurso adotado pela Rússia para negar que tem culpa.

O episódio mais recente e polêmico ocorreu nessa segunda-feira (19), quando Israel classificou Lula como "persona non grata" no país até que haja uma retratação sobre as declarações feitas pelo presidente brasileiro.

No fim de semana, o petista comparou as ações de defesa israelense no conflito contra o grupo terrorista Hamas ao nazismo. "O que está acontecendo na Faixa de Gaza, com o povo palestino, não existiu em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu. Quando Hitler decidiu matar os judeus", afirmou o petista na ocasião.

Depois do mal-estar causado pela fala do presidente, o governo israelense tornou Lula "persona non grata" no país. O embaixador brasileiro em Tel Aviv, Frederico Meyer, foi chamado por Lula para consultas e embarca para o Brasil nesta terça (19).

"Cada vez que o presidente Lula viaja ao exterior, traz estragos e prejuízos em termos de política externa. E são episódios tristes para os brasileiros, que compõem tradicionalmente um povo pacífico, aberto e amigo com as demais nações. No caso de Israel, os gestos parecem fechar as portas aos israelenses e desrespeitam os judeus que em solo brasileiro estão. É uma tremenda ofensa", avalia a professora de direito da Universidade de São Paulo (USP) Maristela Basso.

"Por outro lado, acirra também a polarização no país, uma vez que, aqueles que seguem o pensamento ideológico-partidário de Lula, se sentem autorizados à revanche antissemita. É extremamente prejudicial nas relações internacional e interna, porque serve de combustível para a eventual prática de crime", acrescenta.

Para a professora de direito da USP, os gestos de Lula fazem com se que perca completamente o espaço de conciliador que o Brasil buscava ocupar entre países que estão em disputa, como Israel e Palestina e Rússia e Ucrânia.

"Perdeu a credibilidade. Essas manifestações são incompatíveis com o posto de líder, de conciliador. Qualquer pretensão que se tinha, de ser o protagonista, de ocupar espaço de liderança, acabou", argumenta.

Outro episódio citado pelos especialistas trata-se do regime ditatorial de Nicolás Maduro na Venezuela. No ano passado, Lula disse que o ditador merece mais respeito, apesar de o governo dele ser conhecido por episódios de violação de direitos humanos, censura à imprensa e prisão a opositores. O petista evitou dizer se o país vizinho é uma democracia, mas destacou que a situação política do país não pode sofrer interferência de outras nações.

Para o diplomata e diretor de Relações Internacionais do Instituto Histórico e Geográfico do Distrito Federal, Paulo Roberto de Almeida, as declarações do presidente podem prejudicar a política externa brasileira.

"A declaração de Lula é absolutamente equivocada nos planos histórico, diplomático e político. Não há equiparação possível ao Holocausto, que foi organizado por um Estado contra uma determinada população. Foi um massacre. Não há precedentes na história", avalia.

"Temos duas questões que caracterizam o [mandato] Lula 3, que deveria ser mais maduro pelas experiências dos mandatos anteriores. O que a gente repara é que tem havido tensões internas e externas que derivam das posturas típicas do PT. No campo econômico, o intervencionismo que vimos em casos como a Vale e a Petrobras. No campo da política externa, o que se nota são posições mais próximas do partido [PT] que as da diplomacia brasileira," explicou.

O advogado especialista em direito internacional Bernardo Pablo Sukiennik argumenta que a classificação do brasileiro como 'persona non grata', como reação israelense, amplifica a crise gerada pelo petista.

"Isso quer dizer que essa pessoa, no caso o Lula, não é mais bem-vinda em Israel. Não há previsão de visita ao Estado, mas com essa nomenclatura estão deixando claro que, enquanto o governo for liderado por Isaac Herzog e Benjamin Netanyahu, ele não é bem-vindo lá".

O diplomata Almeida avalia a reação israelense como grave, pois não há precedentes na histórica republicana brasileira deste tipo de movimento e, dessa forma, mostra a gravidade da situação.

"Não necessariamente envolve romper acordos, porque não seria do interesse do governo nem de empresas israelenses que exportam ao Brasil, principalmente, na área de segurança, mas mostra um descontentamento para a manutenção, pelo menos temporária, de cooperação", acrescenta Almeida.

Parlamentares evangélicos repudiaram as palavras de Lula

As Frentes Parlamentares Evangélicas (FPE) do Congresso Nacional e do Senado Federal repudiaram as palavras de Lula. Em nota, os parlamentares disseram que comparar os ataques de Israel ao Hamas com o nazismo, que vitimou seis milhões de judeus, é provocar um conflito ideológico desnecessário.

"Com a ressalva do respeito às pessoas que inocentemente morrem, Israel, ao contrário de Hitler, está exercendo o seu direito de sobreviver diante de um grupo com o objetivo de eliminar os judeus", diz o documento.

Para a FPE, "não é justo exigir que uma nação se mantenha passiva diante de um ataque covarde que estupra e mata jovens, idosos e crianças das formas mais horríveis e continua com a política de se esconder atrás de reféns (civis inocentes)".

Ainda de acordo com a nota, as verbalizações do presidente "não representam o pensamento da maioria dos brasileiros e comprometem a política internacional de forma desnecessária".

FONTE: R7

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024

Luciano Huck ganha resposta por criticar Lula: "Balança que esse filho é teu"

Após Luciano Huck se manifestar contra a fala de Lula sobre Israel, neste domingo (18), vários integrantes da oposição ao governo petista reagiram. O apresentador da Globo acabou sendo alvo de críticas.
– Sou judeu. Defendo o Estado de Israel, como também a criação de um Estado Palestino. Sou um democrata, sempre estive e estarei posicionado contra o extremismo. Mas lamento o posicionamento do presidente @LulaOficial. O que acontece em Gaza hoje é uma tragédia humanitária. O número de vítimas civis é inaceitável e imperdoável. Porém, a guerra de hoje não é remotamente parecida com o Holocausto. Espero que Lula repense sua posição e silencie vozes antissemitas à sua volta que dizem que os judeus de hoje espelham os nazistas do passado. Isso não contribui para a paz – ponderou Huck, neste domingo.

O deputado federal Mario Frias (PL-SP) rebateu o apresentador:

– Balança que esse filho é teu – respondeu.

E acrescentou:

– Toda essa desgraça tem a sua digital. Não iremos esquecer.

O deputado federal Sargento Fahur (PSD-PR) também se pronunciou.

– Na verdade você é pior que um isentão. Você é sem dúvidas um dos responsáveis pela eleição de Lula e Lula defende o Hamas e outras porcarias mundo afora – apontou o parlamentar.


Veja as reações:

Via Agora Notícias Brasil

DETETIVE PARTICULAR 24h: NÃO FIQUE NA DÚVIDA! SOBRAL E REGIÃO

Quais são os tipos de Investigação Particular?

- Investigação Conjugal

- Casos familiares

- Pessoas desaparecidas

- Investigação e acompanhamento de adolescentes

- Outros

CONTATO WHATSAPP: (88) 98885.8111

VC Repórter - Contribua enviando fotos, vídeos, denúncias e notícias

O VC REPÓRTER é um canal de jornalismo cidadão onde o internauta pode enviar fotos, vídeos e notícias para o Blog Sobral 24 horas. Nosso número é: (88) 9 9218.8174.

“Sem provas, não deponho”: Bolsonaro não vai prestar depoimento à PF

Após ser intimado pela Polícia Federal (PF) para depor em investigação sobre “organização criminosa” que atuou em suposta tentativa de golpe de Estado, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que “opta por não prestar depoimento”. Por meio de seus advogados, Bolsonaro disse ter intenção de colaborar com as investigações, mas que só conversará com a PF quando tiver acesso integral à todas as mídias dos aparelhos celulares apreendidos em operações contra ela.

A defesa alega que ainda não teve acesso a mídias com conversas, textos e elementos da investigação que, “se disponibilizados em sua integralidade, poderiam, inclusive, contribuir de maneira significativa para a comprovação da inocência do peticionário (Bolsonaro) e o esclarecimento da verdade real, um princípio essencial em uma sociedade justa e democrática, fundamentada nos pilares do Estado de Direito”, alegaram os advogados.

Assim, “em decorrência da falta de acesso a todos os elementos de prova, o peticionário opta, por enquanto, pelo uso do silêncio, não abdicando de prestar as devidas declarações assim que tiver conhecimento integral dos elementos”, completaram os representantes legais do ex-presidente.

A PF intimou Bolsonaro para depor nesta quinta-feira (22/2), às 14h30, no âmbito da Operação Tempus Veritatis. Bolsonaro argumentou a intimação no âmbito do Inquérito das Milícias Digitais com petição adicionada nesta segunda-feira (19/2).

Metrópoles

Polícia Civil prende dois suspeitos da morte de policial militar no Grande Pirambu

A Polícia Civil do Ceará (PCCE) prendeu, na manhã deste domingo (18), dois homens suspeitos de participação na morte do policial militar Bruno Lopes Marques (27), ocorrida na última segunda-feira (12), no bairro Carlito Pamplona, em Fortaleza. Dois adolescentes foram apreendidos com armas e cerca de 800 munições.

Os suspeitos, um homem de 20 anos e outro de 23, já respondem por crimes de tráfico de drogas e pertencem a um grupo criminoso de outro estado com atuação no Ceará.

Durante a operação policial, que ocorreu nos bairros Carlito Pamplona e Pirambu, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão. Contra um dos presos, além do cumprimento de mandado de prisão, também foi realizada a prisão em flagrante por tráfico de drogas. Com ele, foram apreendidas 42 trouxinhas de cocaína, 11 de maconha, um relógio importado e uma quantia em dinheiro.

Eles foram conduzidos para a sede do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa DHPP, onde foram cumpridos os mandados de prisão temporária, além da atuação em flagrante do homem de 23 anos, pelo crime de tráfico de drogas.

Os dois adolescentes apreendidos em flagrante, ambos de 16 anos, já respondem por atos infracionais análogos ao estatuto do torcedor. Com eles foram encontrados duas armas de fogo e 800 munições calibres .40 e 9 milímetros. Os adolescentes foram conduzidos para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde foram autuados por ato infracional análogo ao crime de porte de arma de fogo e tráfico de drogas.

POLICIAL ASSASSINADO

O policial Bruno Lopes Marques foi baleado quando estava em um estabelecimento comercial, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Na ação, outras duas pessoas foram atingidas pelos disparos, mas conseguiram sobreviver.


O militar estava na corporação desde 11 de outubro de 2017. Atualmente, ele estava lotado na 1ª Companhia do 20° Batalhão de Polícia Militar (1ª Cia / 20º BPM). O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) ainda investiga a motivação do crime.

CRIMINALIDADE

O caso de Bruno não é o único envolvendo agentes de segurança na região do Grande Pirambu. Na última terça-feira (13), um policial militar da reserva foi agredido dentro da própria casa, após invasão à residência.

Quatro homens teriam agredido o agente por suposto envolvimento do neto dele com um grupo criminoso. Os suspeitos teriam ameaçado o neto da vítima de morte.

Já no último sábado (17), cinco policiais militares foram baleados na região da Barra do Ceará. Os agentes foram encaminhados para unidades de saúde, dois deles precisaram ser submetidos a cirurgias, mas sobreviveram.

Conforme informação da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as vítimas estavam de folga na hora do crime. Não há informações sobre as circunstâncias que motivaram o ataque.

Ainda de acordo com a SSPDS, os cinco agentes de segurança respondem por envolvimento com crimes e estão sendo investigados.

(Diário do Nordeste)

HOVET PROMOVE FEIRA DE ADOÇÃO DE ANIMAIS RESGATADOS

O Hospital Veterinário de Pequenos e Grandes Animais (HOVET) do Centro Universitário Inta (UNINTA), realizará, na terça-feira, dia 20, uma feira de adoção em suas instalações. Esta iniciativa visa encontrar lares amorosos para animais abandonados e resgatados, direcionada especialmente a estudantes e colaboradores da instituição. 

A feira contará com animais de pequeno porte, como cães e gatos. Cada animal terá uma ficha com informações detalhadas sobre sua personalidade, necessidades e histórico médico, garantindo que os futuros tutores façam uma escolha informada e responsável. 

"Fortalecendo nossos laços sociais, o Hospital Veterinário do Uninta vem trazendo sua terceira edição da feira de adoção do hovet, que visa reduzir ao máximo o número de animais em condição de rua, garantir bem-estar, proteção e dar a esses animais um lar amoroso e cheio de cuidados’’, destacou o médico veterinário e diretor técnico do Hovet, Dr. Ramuelly Cavalcante. 

Conheça o HOVET 

Fundado há 10 anos pelo Chanceler do UNINTA, Dr. Oscar Spíndola Rodrigues Júnior, o primeiro hospital veterinário particular de Sobral é referência no atendimento de animais domésticos e silvestres, de pequeno e grande porte. O hospital, que atende a comunidade sobralense e da região, funciona 24h, incluindo urgências e emergências, além de proporcionar aos acadêmicos do curso de Medicina Veterinária da instituição, um local de estágio para práticas e experiências da formação. 

SERVIÇO: 
Hospital de Pequenos e Grandes Animais do UNINTA (HOVET)
R. Profa. Maria Cleide Dias Carneiro, 154 - Dom Expedito, Sobral Telefone: (88) 9951-0382 
Instagram: @hospitalveterinariouninta

Por: Kaline Silveira

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More