RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

MENSAGEM NATALINA DA EMPRESA GRENDENE!

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Nota de esclarecimento à imprensa e à sociedade cearense a respeito da média salarial do Nordeste da Polícia Civil

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Ceará (Sinpol-CE) vem por meio desta nota destacar que algumas informações que vêm sendo veiculadas sobre a média salarial do Nordeste da Polícia Civil estão colocadas de maneira distorcida. Para fins de esclarecimento, o Sindicato explica que o policial civil em início de carreira vai ganhar R$ 3.732,86 a partir de dezembro de 2018, quando o reajuste entrar em vigor. Apenas os Policiais Civis que estão próximos à aposentadoria - após mais de 25 anos de trabalho - passarão a receber R$ 6.820,61.

O Sinpol reafirma que o Ceará paga o pior salário do Nordeste e terceiro pior do país e, mesmo quando o reajuste for aplicado, dificilmente essa situação será revertida, vez que os cálculos feitos pela SEPLAG se referem ao ano de 2015. 

O Sindicato relembra que, quando foi solicitada a correção dos erros do estudo e atualização monetária para o ano de 2017, a Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado do Ceará (Seplag) inexplicavelmente diminuiu os números anteriormente apresentados. Assim, a média baseada nos estudos de 2015, concedia o salário de R$ 3.829 para os policiais em início de carreira, ou seja, após dois anos (2017) o valor diminuiu em 97 reais. 

Além da problemática da média salarial, o governo também retirou o aumento linear - direito assegurado a todos os servidores - dos Escrivães e Inspetores, que agora passam a ser a única categoria a não receber essa melhoria. Também retiraram o complemento dos subsídio, que é uma vantagem pessoal dos Policiais Civis prejudicados em uma mudança que houve na lei em 2008, quando foi implementado o subsídio. Diante dos fatos, fica claro que a categoria praticamente não terá vantagens com a edição da malsinada lei. 

O Sinpol afirma que o Ceará continuará com uma distorção salarial dentro da Polícia Civil que não tem paralelo em nenhuma unidade federativa do país com delegados ganhando cinco vezes mais que Escrivaes e Inspetores. A categoria prosseguirá ganhando menos até do que categorias de nível médio - dentro da estrutura do Estado - como os agentes penitenciários que ganharão em início de carreira cerca de R$ 4.500 e quase R$ 11.000 quando estiverem próximos à aposentadoria.

O Sinpol ainda repudia a forma como Escrivães e Inspetores estão sendo tratados, em uma situação de desleixo e abandono, gerando desmotivação e crescente evasão dos nossos quadros, o que reflete nos números de homicídios que não param de crescer. 

Enquanto a atividade investigativa não receber a devida valorização, será o cidadão que, infelizmente, pagará, ainda mais, o preço de uma violência desmedida no Estado, que impõe ao cidadão de bem, viver sob o jugo das facções criminosas que aos montes se multiplicam no estado.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More