RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

SBC - MELHOR PLANO DE ASSISTÊNCIA FAMILIAR - (88) 3611.1481

sábado, 27 de janeiro de 2018

Presidente do Sinpol culpa Governo por chacina: “Governo negou existência de facções por muito tempo”; vídeo

Para Francisco Lucas de Oliveira, facções dominaram o Ceará porque o Governo demorou a reconhecer o problema.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol), Francisco Lucas de Oliveira, foi duro em sua análise após a Chacina das Cajazeiras, que registrou pelo menos 14 mortos numa festa na madrugada deste sábado (27). Para ele, o novo massacre ocorrido em Fortaleza, pouco mais de dois anos depois do assassinato de 11 homens na Chacina da Messejana, é culpa do governo de Camilo Santana, por não ter agido no momento certo.

“Isso era previsível, extremamente previsível. E a culpa é do Governo do Estado, que no início de sua gestão optou por negar a existência das facções, ao invés de enfrentar o problema que já existia. As facções dominaram os presídios, e agora estão dominando as delegacias, tanto na capital como no interior”, criticou Francisco Lucas, em entrevista a TV Jangadeiro/SBT.

O policial se preocupa com as condições de trabalho nas delegacias, e alerta que as facções estão ampliando seu controle nelas assim como fizeram nos presídios. “Um policial fica guardando até 20 presos nas delegacias. E há presos de facções entre eles”, indica Francisco Lucas, que teme retaliações após a nova chacina. “Certamente haverá revide, pois foram mortas pessoas sem envolvimento com o crime”.

Num cenário de guerra entre membros de Guardiões do Estado (GDE), Comando Vermelho (CV) e Primeiro Comando da Capital (PCC), o presidente do Sinpol conta que se impressionou em visita recente a Acarape, na Região Metropolitana de Fortaleza. “Praticamente todas as placas de sinalização têm siglas de facção. Essa é a realidade infelizmente no Estado do Ceará”, relata Francisco Lucas.

Procurado pelo Tribuna do Ceará, o Governo do Estado informou que o secretário de Segurança, André Costa, falará em nome da gestão, em coletiva que ocorrerá no fim da manhã deste sábado (27).


Maior chacina da história do Ceará

Segundo a SSPDS, 14 pessoas foram vítimas de uma chacina na madrugada deste sábado (27), no Bairro Cajazeiras, em Fortaleza. No entanto, outros órgãos já afirmam que o número seria maior: 18 mortes.

O caso aconteceu em uma pequena casa de shows, conhecida como “Forró do Gago”, na Rua Madre Tereza de Calcutá, na Comunidade Barreirão.

Pessoas armadas chegaram em carros e atiraram em outras que estavam na rua, sem qualquer alvo certo. Morreram clientes do local, trabalhadores que estavam vendendo lanches e até um motorista de um aplicativo de transporte de passageiros, que passava pela região.

Imagens divulgadas em redes sociais mostram que a maioria das vítimas trata-se de mulheres. O caso teria sido um ataque de facção criminosa à comunidade de seus inimigos. Sobreviventes da chacina foram encaminhados ao Frotinha da Messejana.

Em respeito às vítimas, o evento que seria realizado no Bairro Barroso, Feira Massa, foi cancelado.

Veja a declaração do presidente do Sinpol:

Fonte: Tribuna do Ceará

5 comentários:

O cearense tem que se fuder, ainda vao eleger um governador desses. O povo é cego ou burro?? Um cara que não fez nada pela segurança ter 60% de aprovação?

Ainda vem o imbecil do secretário de segurança do estado do ceara dizer que não tá fora de controle a situação, as facsoes tudo tomando de conta do estado

Tem que colocar o Ivo no governo...Sobral hoje é modelo de segurança no Brasil...além de ter a melhor educação do Brasil...até o Luciano hulk veio prestigiar nosso prefeito

turma o secretàrio de segurança tem que falar o que o governo estadual manda, ele sabe que precisa de ajuda federal e não faz por pressão de cid gomes que não gosta do governo federal, e enquanto isso a matança continua e esses governos so querem os votos, camilo santana quase não manda em nada no ceará são os fgs, a situação vai piorar mais ainda ,as facções estão aumentando cada vez mais, essa oonda de assassinato é culpa do governo do estado que não quer dar o braçoo a torcer para o gooverno federal, que nesse momento de muita violencia tem mais que se unir, e tome assassinato.é issoo aí sindpol.tenha vergonha na sua cara governador, faça o que deve ser feito, aciona a policia federal e o exercito pra ajudar a pooicia civil e militar.populaçao ainda vão esses cara no poder?

Em vez de intervenção federal pra combater violência e melhor fazer uma auditoria nos presídios, pois isso é puramente administrativo. Esse governo e do seu antecessor só prometeram e não fizeram nada para combater a violência no estado. É muito boa bla bla.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More