ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Policiais do Cotam cercam o QG de bandidos em Caucaia e apreendem carregamento de drogas

A carga de 183 quilos de maconha, avaliada em R$ 600 mil, veio do Mato Grosso do Sul.
Policias militares do Batalhão do Comando Tático Motorizado (BPCotam) e do Serviço Reservado, do Comando de Policiamento Especializado de Choque (CPChoque), realizaram na tarde desta quinta-feira (30), uma grande apreensão de drogas em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os PMs acabaram desmontando o QG de uma quadrilha ligada à facção criminosa responsável por vários assassinatos naquele Município.

A apreensão de aproximadamente 184 quilos de maconha aconteceu quando os policiais do Serviço Reservado do BPCotam faziam buscas para prender uma quadrilha chefiada pelo traficante, homicida e chefe de facção, além d e foragido da Justiça, Alban Darlan Batista Guerra. Trata-se do bandido mais procurado em Caucaia e que tem desafiado as autoridades.

O QG da quadrilha de Darlan funcionava em um local vigiado por várias câmeras e monitores, localizado na Rua Raimunda Rodrigues, no bairro Genipabu. Um caminhão-baú, com placas do estado de Mato Grosso do Sul, chamou a atenção dos policiais militares, que ao fazerem uma revista do compartimento de cargas encontraram cerca de 228 “tijolos” de maconha prensada.

Caçada continua

No momento do cerco policial, os criminosos monitoravam o local através das câmeras e perceberam a chegada da Polícia. Acabaram fugindo, deixando para trás o carregamento de drogas, que, segundo a Polícia, está avaliado em cerca de R$ 600 mil.

De acordo com o comandante do BPCotam, tenente-coronel PM Eduardo Barreto, as buscas ao traficante Darlan vão continuar em Caucaia. A Polícia já sabe que o criminoso caçado no Ceará tem ligações com bandidos de outros estados. Um deles está preso em uma penitenciária federal de segurança máxima do Mato Grosso do Sul.

(Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More