SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Cidade no Rio de Janeiro tem 3° vereador assassinado em 2021

O vereador Alexsandro Silva Faria, conhecido como Sandro do Sindicato (Solidariedade), eleito pela cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira (13), no município da Baixada Fluminense por onde se elegeu. Atingido por tiros de fuzil, ele é o terceiro vereador assassinado este ano na cidade. Ele estava em seu primeiro mandato.

Segundo o portal G1, Sandro estava em uma van quando foi atingido. Eleito em 2020, com 3.247 votos, para seu primeiro mandato na Câmara de Duque de Caxias, o vereador atuava no sindicato da construção civil. Em seu perfil nas redes sociais, Sandro publicava fotos de obras nas ruas do município.


OUTRAS MORTES DE VEREADORES NO MUNICÍPIO

Há um mês, o vereador Joaquim José Santos Alexandre, o Quinzé (PL), de 66 anos, foi assassinado a tiros quando saiu de seu carro para entrar na casa de uma pessoa que iria visitar em São João de Meriti. O autor dos disparos, que estava em um veículo, fugiu.

A primeira morte de um parlamentar de Duque de Caxias neste ano aconteceu em março, quando Danilo Francisco da Silva, o Danilo do Mercado (MDB), e o filho dele, Gabriel da Silva, foram assassinados a tiros no bairro Jardim Primavera. Investigações da Polícia Civil levantaram a suspeita de envolvimento do parlamentar com um grupo de extermínio.

Em 2021, o Instituto Fogo Cruzado mapeou sete políticos baleados na Região Metropolitana do Rio. Seis morreram. Agora, chega a 26 o número de políticos assassinados no estado desde 2018. De acordo com a polícia, boa parte dos crimes tem relação com disputas que envolvem milícias. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More