PROMOÇÃO DA SOBRAL RASTREADORES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

quarta-feira, 26 de julho de 2017

POLÍCIA CIVIL INDICIA CARRASCOS DO CRIME NA CIDADE DE MASSAPÊ

A cidade de Massapê tem se deparado com um fenômeno diferente do que se está acostumado a ver em relação à atividade de criminosos. É o crime organizado atuando como tribunal, julgando e aplicando penas em outros criminosos.
Acusados: Luquinhas e Pote
Vários dos homicídios praticados na cidade nesse ano de 2017 são atribuídos ao tribunal do crime, onde um suposto “Comando” pune com a morte meliantes que estariam praticando roubos e furtos nas áreas dominadas por essas facções. Tal medida teria por finalidade evitar que a onda de crimes contra o patrimônio acabasse por chamar a atenção da polícia para o bairro, atrapalhando assim as atividades de crime organizado, como o tráfico de drogas. Infelizmente, nessas investigações, a Polícia tem esbarrado na “lei do silêncio” que impera nas comunidades amedrontadas.

Mas nem sempre o crime compensa. A Polícia Civil de Massapê, após investigações, conseguiu identificar dois jovens envolvidos nessas atividades criminosas, que teriam atuação como “Carrascos” do crime. Ambos já possuem antecedentes pela prática de crimes de morte e são suspeitos de diversos outros delitos.

Lucas Nascimento Arcanjo, vulgo Luquinhas, e Francisco Vieira Teixeira, vulgo Pote, foram indiciados em Inquérito Policial e tiveram suas prisões preventivas solicitadas à Justiça. Em setembro de 2016 a dupla invadiu a casa de Jardanio Nascimento Miranda, meliante com passagens por furtos, e executou uma sentença: com surpreendente frieza e requintes de crueldade desferiram tiros na palma da mão e nas pernas de Jardanio, como advertência para que o mesmo não voltasse a furtar na área.

Mesmo contra a vontade da vítima Jardanio, que teme por sua vida, a Polícia Civil deu início às investigações, já que se trata de crime de ação pública incondicionada, tendo depois de algum tempo conseguido elementos suficientes para concluir o inquérito e formular o indiciamento, inclusive com Laudo Pericial confirmando as lesões sofridas pela vítima, condizentes com o crime de Lesão Corporal Qualificada, prevista no art. 129, § 1º, I, do Código Penal.

Atualmente, Lucas Nascimento Arcanjo, vulgo Luquinhas, que é maior de idade, se encontra internado numa instituição para menores infratores, por ter matado uma pessoa quando ainda era menor. Já Francisco Vieira Teixeira, vulgo Pote, está preso no sistema penitenciário estadual pelo recente envolvimento em homicídio na cidade de Fortaleza, onde a vítima foi degolada.

Essa dupla, juntamente com o restante de seu grupo, tem apavorado a população, fazendo com que o medo impeça que as pessoas colaborem com a polícia, pois temem por represálias. 

Segundo o delegado de polícia civil titular de Massapê, Dr. Márcio Luiz de Melo Ferreira, sempre que se realizam diligências e a população é indagada a respeito de algum fato, as respostas são as mesmas, ou seja, ninguém viu, ouviu ou sabe de nada. Mesmo assim as investigações continuam no sentido de identificar e de prender todo o grupo criminoso.

Resta agora aguardar o pronunciamento do Poder Judiciário acerca dos pedidos de prisão e que senhor Promotor de Justiça possa concordar com os termos do indiciamento, oferecendo a Denuncia para início da ação penal contra os perigosos infratores.

Fonte: Sobral 24 horas c/ informações da Polícia Civil

1 comentários:

Pena que essa pratica só vale pra Massapê, tomara que venha pra Sobral.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More