RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

SBC - MELHOR PLANO DE ASSISTÊNCIA FAMILIAR - (88) 3611.1481

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

SOBRAL-CE: INTERNAUTA COLOCA A BOCA NO TROMBONE!

Internauta denuncia a empresa Ricardo Eletro, localizada no Centro de Sobral.

Confira a reclamação na íntegra

"Boa noite. 
Me chamo Francisco Antônio Soares 
Residente em Sobral - Bairro /COHABa2 

"Venho tornar público meu repúdio e decepção para com a loja Ricardo Eletro aqui de Sobral. Hoje a tarde sai pra comprar um Eletro e após pesquisa em alguns estabelecimentos consegui encontrar o produto com menor preço nessa referida loja. O vendedor solicitou meus dados para liberar o pedido para pagamento, só que, para minha surpresa o mesmo me ofereceu uma série de outros " acompanhamentos" ( garantia estendida, caminhão de prêmios, etc.) Falei que queria apenas o produto e nada mais, e para surpresa maior a venda só seria possível se eu adquirisse os outros "produtos". Pedi para que o mesmo contactasse o gerente ( Sr. James)pra resolver tal situação, já que não me interessava pelos outros "produtos " oferecidos. O mesmo não se encontrava na loja. Solicitei ao vendedor que ligasse para o mesmo. Logo tive mais uma surpresa: o gerente ( via telefone) falou para seu vendedor que não seria possível a venda apenas do produto que eu desejava, tinha que adquirir também os " produtos" oferecidos pela loja. 

Resumo essa loja desobedece o código de defesa do consumidor.

Se possível divulge para que as autoridades competentes tomem as devidas providências"
Fonte: Sobral 24 horas c/ Vc Repórter

2 comentários:

Venda casada

O fornecedor não poderá praticar a chamada "venda casada", ou seja, não poderá obrigar o consumidor a adquirir determinado produto (ou serviço) para que possa comprar ou contratar aquilo que deseja. Também, não poderá impor limites de quantidades na venda, exceto se houver justa causa.

Essa determinação está prevista no artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor que trata das várias práticas abusivas verificadas no mercado de consumo. O inciso I do artigo, dispõe que é proibido ao fornecedor "condicionar o fornecimento de produto ou de serviço ao fornecimento de outro produto ou serviço, bem como, sem justa causa a limites quantitativos".

Essa não é a única loja em Sobral que faz esse tipo de coisa com o consumidor não, as lojas anuncio um preço quando vamos pagar o vendedor diz: Esse preço so a vista, parcelado é outro, isso que é enganar o consumidor.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More