segunda-feira, 1 de junho de 2020

Idoso de 77 anos é o terceiro preso morto infectado pelo novo coronavírus no Ceará

Conforme informações obtidas pelo Sistema Verdes Mares, 224 presos e 298 policiais penais foram diagnosticados com Covid-19.
Mais um preso morreu por Covid-19 no Estado do Ceará. Conforme boletim epidemiológico da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) há registros de três mortes de internos infectados pelo novo coronavírus. A morte mais recente foi confirmada nesta segunda-feira (1º) pela Pasta. Conforme nota da Secretaria, o interno tinha 77 anos e era oriundo da Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, na Região Metropolitana de Fortaleza.

“Ele apresentou sintomas gripais e, diante do quadro de comorbidade, foi encaminhado, no dia 19 de maio, ao Hospital do Coração para o tratamento de maior complexidade. Ele permaneceu internado no Hospital do Coração até a última quarta-feira, dia 27, aonde faleceu. Durante esse período, o serviço social da SAP acompanhou o caso, informou o boletim médico e prestou a assistência necessária aos familiares do interno”, disse a SAP.

Até o último dia 29 de maio, 224 internos testaram positivo para o vírus. A maior taxa de contágio foi registrada na última semana de maio, com 89 infectados. Além dos presos, o surto da doença também atinge centenas de agentes penitenciários.

Conforme levantamento que o Sistema Verdes Mares teve acesso, 298 policiais penais foram infectados. Destes, 223 agentes se recuperaram da doença e já retornaram ao serviço. De acordo com a SAP, no Sistema Prisional do Ceará há um total de 3.607 policiais penais. Os dados mostram que pelo menos 6% dos agentes têm ou tiveram Covid-19.

Mortes

A primeira morte confirmada no Sistema foi confirmada pela SAP no fim do mês de abril. O interno estava detido na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL) II, em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. O preso chegou a ser hospitalizado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Horizonte.

Na semana passada foi divulgada a segunda morte. A vítima da doença foi uma detenta de 48 anos, que estava no Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa (IPF), localizado em Aquiraz. Ela estava respirando com ajuda de ventilador mecânico desde o início do mês de maio, no Hospital do Coração, em Messejana.

O IPF é a unidade prisional com maior surto da doença no Ceará. O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) chegou a divulgar há duas semanas que mais da metade dos presos que testaram positivo eram mulheres. Mesmo com a confirmação do surto no IPF, a SAP decidiu transferir 51 detentas da Unidade Prisional de Sobral até o Instituto Penal Feminino. 


(DN)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More