ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

sábado, 25 de junho de 2022

Casal de idosos cearense é morto a facadas em condomínio de luxo no RJ

Um casal de idosos residente em Fortaleza foi morto a facadas na madrugada deste sábado, 25, em um condomínio residencial do bairro Jardim Botânico, área nobre do Rio de Janeiro. De acordo com a Divisão de Homicídios da Polícia Civil fluminense, o principal suspeito do crime é o namorado do filho do casal, um oficial da Marinha de 40 anos, que também foi encontrado inconsciente no imóvel junto com as vítimas. Identificado como Cristiano da Silva Lacerda, ele foi preso em flagrante e está sob custódia policial em um hospital da região.

Os corpos foram encontrados no sofá-cama do apartamento pelo Corpo de Bombeiros e depois levados para o Instituto Médico Legal (IML). Já o suspeito, segundo informou a Polícia, estava dentro da cama-baú que fica no quarto do namorado. Ele portava uma faca ensanguentada e aparentava sinais de embriaguez. Uma garrafa de bebida alcoólica, seringas e diversas caixas de medicamentos de uso controlado também foram encontrados por Policiais Miliares no interior do imóvel.

Os idosos, identificados como Geraldo Pereira Coelho,73, e Oselia da Silva Coelho,72, moravam em Fortaleza e estavam no Rio desde o último dia 17 visitando o filho, o professor de inglês Felipe da Silva Coelho. Ele havia deixado a casa da família há alguns anos para morar com o namorado no estado fluminense. A volta do casal à Capital cearense estava prevista para a próxima terça-feira, 28.

No começo da tarde deste sábado, 25, Felipe usou as redes sociais para homenagear os pais. "Pra sempre juntos, nos braços do pai. Meus amores eternos. Nada vai apagar esse amor. Te amo, pai. Te amo, mãe", escreveu o professor em seu perfil do Instagram. Na publicação, parentes, amigos e familiares prestaram solidariedade. "As pessoas mais especiais, amorosas desse mundo, por que meu Deus?", comentou uma prima de Felipe. "Estamos aqui por você, te amamos, você faz parte da nossa vida! Seu choro é nosso", escreveu uma amiga dele.

As investigação do duplo assassinato são conduzidas pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), onde foi instaurado um inquérito policial sobre o caso. As primeiras apurações feitas pelos investigadores da Divisão de Homicídios apontam que o oficial da Marinha estava em processo de término da relação com o namorado, mas os dois ainda viviam no mesmo apartamento. Horas antes do crime, Felipe teria ido sozinho a uma festa e deixado os pais juntos com Cristiano no imóvel.

Uma das possíveis motivações para o ataque seria ciúmes. O POVO solicitou mais detalhes sobre a ocorrência à assessoria de imprensa da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, na tarde deste sábado, 25, mas a corporação se limitou a dizer que "autor foi detido por policiais militares e autuado em flagrante pelas mortes de Geraldo Pereira Coelho e Oselia da Silva Coelho".

(O Povo)

1 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More