RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

MENSAGEM NATALINA DA EMPRESA GRENDENE!

terça-feira, 28 de março de 2017

Com últimas chuvas, cinco açudes do Ceará sangram

Dados são da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).
Entre as 7 horas do último domingo (26) e as 7 horas desta segunda-feira (27) choveu em 57 municípios cearenses, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Com as recentes precipitações, principalmente as do último fim de semana, chega a cinco o número de reservatórios que estão sangrando no Ceará.

Os açudes Acaraú Mirim, no município de Massapê, Caldeirões (Saboeiro), Valério (Altaneira), São Pedro Timbaúba (Miaríma) e Maranguapinho (Maranguape) são as barragens que já ultrapassaram a capacidade máxima de reservação. Até o momento, todos os 153 açudes do Estado que são monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) somam 10,2% do volume total.

De acordo com o presidente da Cogerh, João Lúcio Farias, as regiões Norte e Noroeste do Estado são as mais favorecidas pelas chuvas. “Já estamos atingindo os 780 milhões de aporte em todos os reservatórios. Temos tido uma recuperação significativa, principalmente, em açudes da Bacia Metropolitana, como o Pacajus e o Pacoti”, destaca.

Em relação à quadra chuvosa de 2016, que registrou armazenamento de, aproximadamente, 12% do volume total de armazenamento, a atual quantidade de água acumulada pelas chuvas intensas dos últimos dias ainda não ultrapassou os números do ano passado. “É necessário que a gente continue tendo esse aporte no fim deste mês e durante abril para que haja recuperação dos nossos reservatórios”, projeta o gestor.

Diante do cenário, ainda é preciso manter-se alerta. “É preciso que a gente continue com o uso racional da água. A economia, nesse momento, tem sido importante para todas as regiões, todas as bacias do estado do ceará. Essa colaboração da sociedade é importante para que a gente continue economizando água nos nossos reservatórios”, lembra João Lúcio.

Com informações do portal Cnews

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More