RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

MENSAGEM NATALINA DA EMPRESA GRENDENE!

sexta-feira, 24 de março de 2017

Preso pela PM em Itapipoca o sétimo suspeito da morte do travesti “Dandara”

Jean Victor esteve vários dias escondido na cidade de Itarema e, ao tentar fugir em direção à Quixadá, foi interceptado em Itapipoca. Hoje, vai depor na DHPP.
Uma operação da Polícia Militar, realizada no fim da noite desta quinta-feira (23), na cidade de Itapipoca (a 125Km de Fortaleza), terminou na prisão do sétimo suspeito de envolvimento no assassinato de Antônio Cleílson Ferreira Vasconcelos, que era travesti e adotara o nome de “Dandara”. Parte do crime, ocorrido em Fortaleza em fevereiro último, foi filmada pelos próprios assassinos e as imagens postadas nas redes sociais, o que causou repercussão em todo o País.

Um cerco montado por agentes da Coordenadoria de Inteligência Policial (CIP), órgão ligado ao Estado-Maior da PM, e por policiais da 3ª Companhia do 11º BPM (Itapipoca) terminou na captura de Jean Victor da Silva Oliveira. Ele era o último dos suspeitos que ainda não havia sido detido.

O cerco foi montado quando policiais militares do Destacamento da PM da cidade de Itarema (a 201Km de Fortaleza) receberam informações de um morador (identidade preservada) revelando que Jean, que havia passado vários dias escondido na casa de amigos, em Itarema, estaria seguido em fuga para o Município de Quixadá em um veículo Celta prata, de placas HXI-4021.

Rapidamente, foram iniciadas as buscas na região e o automóvel acabou interceptado pelos PMs ao chegar em Itapipoca. Ao ser parado pela PM, Victor não reagiu. Com prisão preventiva decretada pela Justiça da Capital, o suspeito foi conduzido até a Delegacia Regional de Polícia Civil de Itapipoca e, já na manhã desta sexta-feira (24), recambiado para a sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Fortaleza.

Crime filmado

“Dandara” foi espancado e arrastado pelas ruas do bairro Bom Jardim (zona Sul da capital) na tarde do dia 15 de fevereiro último. Em seguida, já bastante ferido, foi colocado em um carrinho de mão e levado até um terreno baldio localizado na Rua Manoel Galdino, sendo, então, executado com vários tiros disparados à queima-roupa.

Os próprios assassinos filmaram através de celulares as cenas de espancamento antes da execução. A filmagem termina quando o grupo de rapazes coloca “Dandara” num carrinho de mão e segue para o local onde ele seria executado sumariamente. Seis suspeitos, entre eles um adolescente, já haviam sido detidos. Faltava para a Polícia prender o último dos envolvidos, Jean Victor. Não falta mais.

Fonte: Cearanews7

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More