RASTREADORES SEM MENSALIDADES - FALE COM KELTON: TIM (88) 9 9975.7272 / CLARO (88) 9 9299.9212

PROBANK IMÓVEIS - (88) 3611.3086 / (88) 99990-5068

MENSAGEM NATALINA DA EMPRESA GRENDENE!

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Brasileiros mais ricos ganham 36 vezes o que recebem os mais pobres, mostra Pnad

A discrepância entre os números foi ainda maior em termos regionais, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, que concentram maior número de pessoas de menor renda (iStock).
O Brasil manteve em 2016 o status de um dos países mais desiguais do mundo quando o assunto é renda, com 1% dos brasileiros com rendimento mais elevado ganhando 36 vezes mais do que metade da população, que tem os menores salários.

Os dados são da Pesquisa Nacional de Amostras por Domicílio (Pnad) divulgada nesta quarta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa pequena fatia da população mais rica tinha rendimento médio mensal de R$ 27.085 no ano passado, ao passo que o rendimento médio dos 50% com os piores salários era de apenas R$ 747, valor abaixo do salário mínimo do ano passado, de R$ 880.

A discrepância entre os números foi ainda maior em termos regionais, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, que concentram maior número de pessoas de menor renda.

“O Brasil tem uma das maiores desigualdades no mundo”, disse o coordenador do IBGE, Cimar Azeredo. “Em tempos de crise, essa desigualdade se acentua”, acrescentou, lembrando que o período de recessão (2014 a 2016) afetou sobretudo a população de baixa renda.

O índice de GINI, uma métrica internacional para medir a desigualdade dos países, ficou em 0,525, na escala que vai de zero a 1. Quanto mais perto de zero, menor a desigualdade de um país.

No Nordeste, ainda segundo o IBGE, o GINI atingiu em 2016 0,545, enquanto que no Sul ficou em 0,465.

A Pnad de 2016 passou por uma mudança no seu questionário no item relativo ao rendimento e, por isso, os dados de agora não são comparáveis com informações divulgadas até então. O IBGE pretende ainda no primeiro semestre de 2018 publicar os dados que possam ser comparáveis a anos anteriores.

O IBGE divulgou ainda que o país tinha 1,8 milhão de crianças de 5 a 17 anos trabalhando em 2016.

5 comentários:

Imagina os vereadores de sobral ganham
Salario 12.000
Verba de gabinete 800
Auxilio gasolina 2.000
Auxilio Alimentação 500
Décimo terceiro 12.000
Diarias a vontade
Carro para usar a vontade
Ainda estao com projeto para um plano de Saúde. Acreditem se quiser.

E muito �� pra pouquíssimo trabalho e ainda tem Décimo pra esses vagabundos alguém mi diga-me.u quer esses malandros fazem pra ganhar tando dinheiro$?

Mais é muita injustiça, enqntos os pobres trabalham no pesado e no sol quente para ganhar uma merreca, esses bandos de incopetentes e corruptos ganham fortunas para administrar uma má gestação... Duvido um vereador trabalhar 2 dias como nós probres trabalhor.

POR ISSO QUE ELES SE MATAM PRA SER VEREADO ENGANANDO A POPULAÇÃO SOBRALENSE

Quanto maior é a desigualdade maior é a violência, as pessoas são pacífica quando tem o que perder quando não se tornam agressivas, problema é que muitos se sustentam naquela estória estou armado ninguém me mata, mas se esquece que quem não tem nada a perder não está nem aí se vive ou morrer, os outros países têm armas para evitar guerras, mas aqui o pessoa que mata pobre, vocês devem agradecer por viverem em uma cidade pequena e média, nas cidades maiores quando você reagé a um assalto pouco tempo depois eles voltam de novo, e como eles sabem que você reage eles vêm com mais gente e com armas mais potentes, nos grandes centros urbanos os ricos tem é um quarto com uma parede de mais de 2 metros de pura blindagem que aguentam até a explosão de uma bomba,isso tudo que eles sabe quando o sistema econômico entra em colapso a melhor coisa a fazer é esconder nos abrigos onde eles podem viver anos já que tem tudo lá dentro,em um mundo movido a dinheiro quem não o tem é uma ameaça em potência

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More