RASTREADORES DE MOTOS POR APENAS 10 X R$ 65,00 - FALE COM KELTON: (88) 9 9975.7272/(88) 9 9299.9212

MAURÍCIO VASCONCELOS - CORRETOR DE IMÓVEIS (88) 99208.8406

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Coronel da PM espanca delegado aposentado de 80 anos em SP

Delegado aposentado sofreu fraturas e está internado na UTI. Briga teria começado após ele intervir em uma discussão do coronel com a sua irmã.
O coronel Alberto Malfi Sardilli, 45, espancou o delegado de polícia aposentado Milton Rodrigues Montemor, 80, após um desentendimento durante uma festa na tarde de domingo (21) no Tremembé, zona norte de São Paulo.

Segundo o Boletim de Ocorrência, Milton havia intercedido em uma discussão entre sua irmã e o coronel Sardilli. Após isto o coronel esperou o delegado no estacionamento, o atacou com um soco no peito e passou a desferir outros golpes, quando então foi contido por quem passava pelo local.

Sardilli fugiu e Milton foi levado para um hospital particular com duas fraturas, onde foi operado e está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

“O fato demonstra nuances de desvios e destempero de personalidade de um agente do Estado, de um coronel da Polícia Militar, que tem a obrigação legal de proteger a sociedade, assegurar o bem-estar social, resguardar vidas e proteger o cidadão”, analisou Raquel Kobashi Gallinati, presidente do SINDPESP (Sindicato de Delegados de Polícia do Estado de São Paulo), que espera que o agressor seja punido.

O Comando da Polícia Militar confirmou o envolvimento do coronel na confusão e afirmou, por meio de nota, que "o oficial apresentou sua versão na Corregedoria da Polícia Militar, que fornecerá à Polícia Civil todas as informações necessárias para o esclarecimento que o caso requer".

Sardilli já foi comandante da Policia Militar Ambiental de São Paulo e estava afastado do cargo por férias e licença prêmio desde julho deste ano.

O R7 também tentou contato com o coronel Sardilli e com a família do delegado aposentado Milton Montemor, mas até a publicação desta reportagem não obteve resposta. 

O caso foi registrado no 39º DP (Vila Gustavo) como lesão corporal grave.

Fonte: R7

1 comentários:

Isso com senhor de 80 anos que trabalhou muito com delegado e que foi apaziguar e evitar violemcia contra irmã do propio criminoso,é o Facismo esta hibernando

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More