ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

terça-feira, 4 de junho de 2019

Árbitra leva soco no rosto após dar cartão vermelho em Parnaíba; vídeo

A árbitra de futsal Eliete Maria Fontenele, de 42 anos, concedeu uma entrevista ao programa Bom Dia Meio Norte, apresentado por Ieldyson Vasconcelos e falou do drama que viveu na noite de ontem, quando foi agredida com três socos pelo estudante de engenharia de pesca da Universidade Federal do Piauí, Rodrigo Quixaba, após um jogo realizado na quadra da universidade

Ela afirmou que não conseguiu dormir e que não acreditou quando viu as imagens. “Eu estou até sem palavras, fiquei até de madrugada resolvendo coisas. Ainda não tinha visto o vídeo direito, quando eu fui olhar o que ele fez, eu não acreditei. Se eu tivesse deixado meu rosto todo para ele, ele tinha me arrebentado toda, eu desviei do primeiro soco, pegou um de raspão e o outro pegou de cheio, mas só que eu estava de lado, se tivesse de frente tinha quebrado o nariz, quebrado tudo”, declarou ela. 

Segundo a árbitra, tudo aconteceu após uma briga entre os jogadores. “Eu estava no canto vendo toda a briga, esperando acalmar, quando acalmou eu fui expulsar o que agrediu o adversário, que estava em cima do banco, apliquei o vermelho, também dei o cartão para o que reagiu, no momento que eu ia em direção ao outro lado para expulsar o terceiro ele veio para cima de mim, tomou as dores do amigo porque eu expulsei ele, foi quando ele bateu no meu braço e eu tirei, eu tinha que tomar uma atitude, se eu não desse o vermelho para ele eu perdia a autoridade na quadra, ele só me perguntou o que eu ia fazer e me bateu”, descreveu a vítima. 

Eliete afirmou que vai até o fim atrás de justiça. “Eu fui jogadora, eu nunca agredi um árbitro fisicamente, mas verbalmente eu enfrentava, não preciso mentir, ás vezes a gente responde pela adrenalina, a gente fala muito besteira, mas nunca cheguei ao ponto de agredir. Vou no Instituto Médico Legal pegar o resultado do corpo e delito, já fiz o Boletim de Ocorrência. Eu conhecia de vista porque sempre trabalhei na universidade, mas intimidade com ele não tinha, eu quero a justiça, eu vou até o final, isso pode ser comigo e com qualquer um”, finalizou.
(Meio Norte)

1 comentários:

Esse jogador é simplesmente um covarde,que com certeza, se for casado ou tiver namarada irá fazer o mesmo, é só uma questão de tempo, pois ele age por instinto. Imaginem esse desequilibrado com uma arma de fogo!

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More