sexta-feira, 30 de dezembro de 2022

200 kg de maconha, fuzis e pistola são apreendidos pela PM na Grande Fortaleza

A Polícia Militar apreendeu, na noite desta quinta-feira (29), mais de 200 quilos de maconha, na Grande Fortaleza. Além da droga, os agentes apreenderam armas de fogo, entre fuzis e pistola, além de munições e carregadores. Cinco pessoas foram presas em flagrante na região de Camará, em Aquiraz. O grupo e o material foram encaminhados à unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará, onde um inquérito policial foi instaurado.

De acordo com a polícia, no momento que a composição passava por uma via da região, os PMs perceberam quando pessoas em um veículo e também em uma motocicleta pararam bruscamente. Diante da atitude suspeita, a composição realizou a abordagem às cinco pessoas.

Minutos depois houve uma vistoria no veículo. Os policiais militares encontraram quatro caixas com aproximadamente 40 kg de maconha em cada uma, totalizando 160 quilos. Ao serem questionados, os suspeitos não informaram a origem dos entorpecentes. No entanto, pouco tempo depois, dois deles informaram a localização do restante do material.

Armas de fogo e munições

Os policiais foram até um imóvel no Parque Havaí, na cidade do Eusébio. Lá, os policiais encontraram as armas de fogo dentro de uma caixa, sendo dois fuzis calibre .30. Ainda na propriedade, balanças de precisão e mais droga foi apreendida, culminando nos 207 quilos de maconha apreendidos.

Em um dos cômodos, sob uma cama, os policiais encontraram também uma pistola calibre 9 mm, com dois carregadores caracóis, ou seja, que armazenam mais munições; também um kit roni, que é utilizado para aumentar o poder de fogo da pistola, transformando-a em uma carabina, e 70 munições.

Passagens pela polícia

Dois suspeitos respondiam por homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, receptação, roubo, associação criminosa, adulteração de chassi, corrupção de menor; ameaça, desobediência, desacato e também por contravenção penal. Outros três não possuíam antecedentes criminais.

O grupo foi levado à Delegacia Metropolitana de Aquiraz, onde um inquérito policial por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo foi lavrado. A Polícia Civil agora investiga o envolvimento de outras pessoas na atividade criminosa.

(A Voz de Santa Quiteria)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More